icons.title signature.placeholder Lucas Faraldo Knopf
08/04/2014
11:35

A volta do volante Elias ao Parque São Jorge se soma a outros tantos casos de ídolos que uma vez na carreira optaram por deixar o Corinthians e, anos depois, retornaram ao clube alvinegro. Após fazer sucesso no Timão entre 2008 e 2010, o camisa 7 vestirá novamente a camisa que o consagrou como campeão da Série B do Brasileirão de 2008 e do Paulistão e da Copa do Brasil de 2009.

VEJA OUTROS QUE SAÍRAM E VOLTARAM:

Casagrande - 1982/1986 e 1994
Casão foi um dos maiores atacantes que já vestiram a camisa do Corinthians. Bicampeão paulista pelo Timão em 1982 e 1983, o centroavante foi um dos líderes da Democracia Corintiana. Somando-se duas duas passagens pelo Parque São Jorge, são 103 gols pelo clube alvinegro.

Dida - 1999/2000 e 2002
O goleiro, que atualmente defende as cores do Internacional, foi um dos grandes nomes do primeiro título mundial conquistado pelo Corinthians, no ano 2000. No torneio comandado pelo Fifa, ele, que já era conhecido por ser ótimo pegador de pênaltis, defendeu cobranças de Anelka, contra o Real Madrid, e Gilberto, diante do Vasco. Pelo Timão, também conquistou o Brasileirão de 1999, a Copa do Brasil de 2002 e o Rio-São Paulo do mesmo ano.

De Maria - 1927/1931 e 1935/1936
Tricampeão paulista pelo Corinthians (1928, 1929 e 1930), o ponta-esquerda ficou conhecido por ser o autor do primeiro gol da história do Parque São Jorge. De Maria balançou as redes 94 vezes pelo Timão em 118 partidas disputadas.

Del Debbio - 1922/1931, 1937 e 1939
Considerado por muitos como o maior zagueiro que já vestiu a camisa do Corinthians, Del Debbio é o recordista de títulos pelo clube. Ao todo, foram oito conquistas: os Paulistões de 1922, 1923, 1924, 1928, 1929, 1930, 1937 e 1939.

Dinei - 1990/1992 e 1998/2000
O atacante foi um dos atletas que mais se identificaram com a Fiel em toda a história do Corinthians, visto que era membro de uma das organizadas do clube. O jogador foi o único jogador a conquistar três títulos brasileiros pelo Timão (1990, 1998 e 1999). Ademais, também venceu o Paulistão de 1999 e o Mundial de 2000.

Fabinho - 1989/1993 e 1995
O ponta-direita ficou famoso por ter dado assistência para o antológico gol de Tupãzinho na final do Brasileirão de 1990, diante do arquirrival São Paulo. Em 1995, foi campeão da Copa do Brasil e do Paulistão.

Liédson - 2003 e 2011/2012
O Levezinho é um dos atletas mais queridos pela Fiel dos últimos tempos. Campeão paulista em 2003, o atacante voltou ao Timão para se eternizar com os títulos do Brasileirão de 2011 e da Libertadores de 2012. Mesmo se transferido para o Flamengo, continuou sendo bem recebido pela torcida corintiana.

Luizinho - 1948/1960, 1964/1967 e 1996
O meia-direita foi um dos grandes ídolos da Fiel graças a seu perfil "provocador". Diante do arquirrival Palmeiras, além de balançar as redes como poucos, era conhecido por provocar os jogadores alviverdes. Vestiu a camisa do Timão por incríveis 603 vezes, sendo a última delas em 1996, em jogo festivo contra o Coritiba.

Marcelinho - 1994/1997 e 1998/2001

Um dos maiores artilheiros da história do Corinthians, o Pé de Anjo ficou conhecido por suas perfeitas cobranças de falta. Autor de 206 gols em 427 aparições com a camisa do Timão, Marcelinho conquistou incríveis oito títulos pelo clube (igualando-se a Del Debbio e Kléber): Mundial de 2000, Brasileirões de 1998 e 1999, Copa do Brasil de 2005 e Paulistões de 1995, 1997, 1999 e 2001.

Neto - 1989/1993 e 1996/1997
"Tirado" do arquirrival Palmeiras, o Xodó da Fiel foi o grande destaque da conquista do Brasileiro de 1990, marcando nove dos 26 gols do Timão. Ídolo da torcida por sua entrega em campo e seu jeito "às antigas", Neto vestiu a camisa do Corinthians 227 vezes, marcando 80 gols.

Rincón - 1997/2000 e 2004
O colombiano será para sempre lembrado como o capitão da conquista mundial de 2000. Responsável por levantar a taça de campeão do mundo da Fifa pelo Corinthians, ele teve uma frustrada volta ao Timão em 2004. Foi campeão também dos Brasileiros de 1998 e 1999 e do Paulista desse último ano.

Vampeta - 1998/2000, 2002/2003 e 2007
Um dos jogadores mais carismáticos que já vestiram a camisa do Corinthians, Vampeta foi multicampeão pelo clube do Parque São Jorge: Mundial de 2000, Brasileiros de 1998 e 1999, Copa do Brasil de 2002, Rio-São Paulo de 2002 e Paulistões de 1999 e 2003. O Velho Vamp também acumula o título de campeão do mundo pela Seleção em 2002.

Wladimir - 1972/1985 e 1987
De longe, Wladimir é o jogador que mais vezes vestiu o uniforme do Corinthians: 805 jogos. Foram 15 anos defendendo o clube do Parque São Jorge. Admirado por sua raça e entrega dentro de campo, caiu rapidamente nas graças da Fiel. Foi tetracampeão paulista em 1977, 1979, 1982 e 1983.