icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
15/02/2015
12:05

As situações de Kleber e Edinho devem ter desfechos positivos para o Grêmio em breve. O presidente Romildo Bolzan tenta rescindir os contratos de atacante e volante e assegura que as negociações para que eles deixem Porto Alegre ‘estão muito avançadas’.

Questionado sobre a possibilidade de reintegrar o camisa 30 no elenco comandado por Luiz Felipe Scolari, o mandatário é taxativo e garante que a sua saída possibilitará a chegada de outras opções para o plantel.

– O Grêmio não está parado nessa questão. A pauta não é reintegrar o Kleber, mas solucionar o problema dele. Estamos em um processo muito avançado de solução. São jogadores que não corresponderam às expectativas em dois, três anos de Grêmio – afirmou.

– Podemos ter mais dois, três jogadores que, com o mesmo custo, podem solucionar nossos problemas. Não vou fazer viuvez. Eles não serão soluções para resolver o problema do nosso plantel. Pretendemos ampliar o plantel que já tem essa gurizada – acrescentou.

Duas situações impossibilitam o retorno de Kleber ao plantel do Grêmio: o salário de R$ 740 mil mensal e a ruptura com Felipão no período em que estiveram juntos no Palmeiras. O restabelecimento da amizade é descartado por ambos.

Além do Gladiador, o Tricolor Imortal tenta se desfazer dos volantes Edinho e Adriano. Ambos não estão nos planos da diretoria.