icons.title signature.placeholder Eduardo Mouira
icons.title signature.placeholder Eduardo Mouira
01/07/2013
10:16

Em breve, o argentino Bolatti será novidade nos treinamentos do Internacional. O contrato de empréstimo com o Racing (ARG) ia até o final de junho - e com o Inter se estende até o final de 2014. O retorno do jogador é esperado pela diretoria e comissão técnica. A intenção, porém, não é ter o quarto argentino no elenco: o clube já procura interessados em contar com o jogador, especialmente na primeira divisão brasileira.

Apesar da vontade de negociar o jogador - um tanto pelas atuações do jogador, que ainda não justificaram o investimento, outro tanto pelo número extrapolado de estrangeiros -, Bolatti será reintegrado. Fará parte dos treinamentos e será observado por Dunga. A direção não quer desvalorizar um ativo do clube, que pode ser utilizado em negociações para reforçar a equipe.

- Tem que esperar ele retornar, está emprestado. Quando chegar aqui, tem que respeitar o jogador e vai treinar com os demais. Se demonstrar as condições que nós achamos necessárias, no momento certo vai ter a sua oportunidade - comentou Dunga.

Atualmente, o Colorado conta com três jogadores estrangeiros no elenco: D'Alessandro, Diego Forlán e Dátolo. Os dois primeiros são titulares absolutos do clube alvirrubro. Já Dátolo busca um lugar no time após a saída de Fred. No início da temporada, o excesso de estrangeiros foi um ponto rechaçado pela diretoria, depois da experiência do último ano, quando havia ainda Guiñazú no grupo. A situação, inclusive, é citada como entrave em possíveis interesses nas contratações de Scocco e Saviola, atacantes argentinos.

Em breve, o argentino Bolatti será novidade nos treinamentos do Internacional. O contrato de empréstimo com o Racing (ARG) ia até o final de junho - e com o Inter se estende até o final de 2014. O retorno do jogador é esperado pela diretoria e comissão técnica. A intenção, porém, não é ter o quarto argentino no elenco: o clube já procura interessados em contar com o jogador, especialmente na primeira divisão brasileira.

Apesar da vontade de negociar o jogador - um tanto pelas atuações do jogador, que ainda não justificaram o investimento, outro tanto pelo número extrapolado de estrangeiros -, Bolatti será reintegrado. Fará parte dos treinamentos e será observado por Dunga. A direção não quer desvalorizar um ativo do clube, que pode ser utilizado em negociações para reforçar a equipe.

- Tem que esperar ele retornar, está emprestado. Quando chegar aqui, tem que respeitar o jogador e vai treinar com os demais. Se demonstrar as condições que nós achamos necessárias, no momento certo vai ter a sua oportunidade - comentou Dunga.

Atualmente, o Colorado conta com três jogadores estrangeiros no elenco: D'Alessandro, Diego Forlán e Dátolo. Os dois primeiros são titulares absolutos do clube alvirrubro. Já Dátolo busca um lugar no time após a saída de Fred. No início da temporada, o excesso de estrangeiros foi um ponto rechaçado pela diretoria, depois da experiência do último ano, quando havia ainda Guiñazú no grupo. A situação, inclusive, é citada como entrave em possíveis interesses nas contratações de Scocco e Saviola, atacantes argentinos.