icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/03/2014
08:13

O Atlético-MG chega à 11ª rodada do Campeonato Mineiro com a classificação garantida para a semifinal. Portanto, o jogo contra o Boa Esporte, neste domingo, às 16h, no Estádio Independência, tem mais valor para o visitante, que precisa pontuar para assegurar a classificação para a fase seguinte da competição.

Sem almejar nada na atual etapa do torneio, o técnico Paulo Autuori escala uma equipe completamente reserva para o jogo desta tarde. Os titulares não foram sequer convocados pelo comandante e ganham folga.

Embora planeje colocar os suplentes em campo, o treinador ainda poupará o que mais se destaca dentre eles. Com dores na coxa esquerda, Guilherme não entrará em campo e, desta forma, será substituído pelo jovem Carlos

– Eles (atletas reservas) merecem fazer um jogo no Independência com a torcida apoiando. Eles têm feito jogos fora, em circunstâncias muito difíceis. Eles vão jogar contra o Boa Esporte, está definido – declarou.

Pelo lado do Boa Esporte, o técnico Ney da Matta se prepara para uma ‘decisão’. Pontuar contra o Atlético pode garantir a classificação de sua equipe para a semifinal do Campeonato Mineiro.

– Temos que ser uma equipe equilibrada, bem organizada taticamente. Estaremos jogando uma decisão e com uma grande equipe que tem na partida os mesmo objetivos que nós. Então precisamos ser inteligentes para buscar o resultado que nos interessa – declarou.

Quanto à escalação, ela não deve ser muito diferente daquela que esteve em campo na derrota para o América-MG, por 2 a 0, na quarta-feira, em jogo adiado da terceira rodada do Estadual.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG X BOA ESPORTE

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data-hora: 16/3/2014 – às 16h
Árbitro: Wanderson Alves de Souza (MG)
Assistentes: Luiz Antônio Barbosa (MG) e Breno Rodrigues (MG)

ATLÉTICO-MG: Giovanni; Michel, Edcarlos, Jemerson e Alex Silva; Claudinei, Leandro Donizete, Marion e Carlos; Neto Berola e André. Técnico: Paulo Autuori.

BOA ESPORTE: Emerson; Wendel, Thiago Carvalho, Mateus e Marinho Donizete; Vinicius Hess, Moisés, Betinho e Francismar; Bruno Aquino e Malaquias. Técnico: Ney da Matta.