icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/11/2014
12:57

As últimas bos atuações de Willian Farias com a camisa do Cruzeiro já coloca em dúvida a escalação do Lucas Silva como titular da Raposa. Na partida deste domingo, contra o Goiás, Lucas deverá voltar aos onze iniciais, já que Willian cumpre suspensão e não fica nem no banco no jogo do Mineirão. Mas o desempenho do reserva costumeiro foi muito valorizado, principalmente após a ótima partida contra o Grêmio, em que o Cruzeiro ganhou de virada por 2 a 1. Em entrevista à Rádio Itatiaia, o diretor de futebol, Alexandre Mattos, revelou um drama familiar vivido recentemente pelo jogador.

- Como é gostoso ver (a superação de) um homem que passou por um por um momento extremamente delicado, o filhinho dele nasceu com um problema gravíssimo, ficou quatro meses no CTI. Eu o liberei mais de 20 vezes de treinamento, mais de 20 vezes de concentração e viagem e ele nunca deixou de ir a um treinamento e nunca deixou de ir a uma viagem, mesmo com o filhinho no CTI - falou o dirigente.

Na partida contra o Grêmio, Willian Farias foi um dos destaques do time celeste, apontado como um dos melhores jogadores em campo.

- O que ele ganhou com isso? O sacrifício dele está aí, um jogo, na minha opinião, brilhante, talvez o melhor em campo, mostrou que tem tudo. No futuro, vai ajudar e muito a torcida do Cruzeiro - acrescentou Alexandre Mattos.

MAIS:
> Mattos quer Mineirão 'abarrotado' neste domingo
> Cruzeiro tem dois suspensos para 'final' no Mineirão

Em sua coletiva de imprensa após o jogo, o técnico Marcelo Oliveira também não deixou de tecer elogios ao atleta, e já o equipara ao titular Lucas Silva.

- O Cruzeiro está com um elenco bom, de mesma qualidade. Podemos mexer para descansar e por estratégia tática também. Esperava um jogo muito aguerrido e combativo, porque o Grêmio é competitivo. O Lucas precisa marcar um pouco mais, porque nosso time é ofensivo. No primeiro tempo, o Willian teve dificuldades, mas se firmou no segundo tempo e se destacou muito - disse Marcelo.