icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/12/2013
11:07

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, enalteceu em entrevista coletiva no Marrocos a vitória do Raja Casablanca sobre o Atlético-MG, pelo Mundial Interclubes. Contudo, para engrandecer o feito dos marroquinos, o dirigente simplesmente esqueceu o título de 2000 conquistado pelo Corinthians, vencido mesmo sem a conquista da Copa Libertadores pelo clube até então.

- Pela primeira vez, temos uma final em que um dos dois participantes não foi campeão continental, mas é uma decisão entre os dois melhores times do campeonato - afirmou o Blatter, na quinta-feira.

Em 2000, o Corinthians decidiu o Mundial contra o Vasco, no Maracanã, e venceu os cariocas nos pênaltis após empate por 0 a 0. O Timão entrou na competição como representante do país-sede após ter conquistado o Campeonato Brasileiro na temporada anterior. O Vasco participou como campeão continental, representado pelo título de 1998 da Libertadores.

A nova fórmula do Mundial Interclubes foi estabelecida pela Fifa em 2007, quando a competição passou a acrescentar na disputa, além dos campeões continentais, o campeão nacional do país que sedia a respectiva edição do torneio.