icons.title signature.placeholder RADAR / LANCEPRESS
18/02/2015
21:04

A violência de alguns torcedores do Boca Juniors gerou nesta quarta-feira um episódio esdrúxulo em Santiago. De acordo com o diário "El Gráfico Chile", o grupo "xeneize" apedrejou por engano o ônibus no qual os jogadores eram levados para o Estádio Santa Laura. A equipe enfrentaria o Palestino, pelo Grupo 5 da Copa Libertadores, em Santiago.

Segundo informações, o atentado ocorreu no entorno da Praça Chacabuco. O ônibus, que não trazia qualquer identificação do Boca Juniors, foi confundido com o da equipe chilena.

Somente o preparador de goleiros xeneize Fernando Gayoso sofreu ferimentos, devido aos vidros quebrados. No outro ônibus, que transportava os dirigentes do Boca Juniors, não houve feridos.