icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/07/2013
19:00

De volta ao Coritiba, o atacante Bill quer apagar a sua fama de ter uma vida tumultuada fora de campo. O jogador deu muito trabalho à diretoria em sua primeira passagem pelo Coxa, entre 2010 e 2011, mas afirma estar mais maduro agora.

- Estou bem mais tranquilo. O negócio é colocar a cabeça no lugar, trabalhar forte e esquecer o que passou - disse Bill.

O jogador já está regularizado na CBF e tem condições de atuar na próxima partida, contra o Vitória. No entanto, devido à falta de ritmo - ele não joga há dois meses -, Bill só deverá ficar à disposição do técnico Marquinhos Santos contra a Ponte Preta, dia 31 de julho, no Couto Pereira.

Fora a questão física, ele terá que vencer a concorrência dos outros nove atacantes do elenco coxa-branca: Anderson Aquino, Anderson Costa, Arthur, Deivd, Everton Costa, Geraldo, Julio Cesar, Keirrison e Rafhael Lucas.

- Concorro com todo mundo. Estou vendo que o Coritiba está muito bem, jogando um futebol que todo mundo gostaria de ver. Então vai ser uma briga sadia e boa - comentou.

De volta ao Coritiba, o atacante Bill quer apagar a sua fama de ter uma vida tumultuada fora de campo. O jogador deu muito trabalho à diretoria em sua primeira passagem pelo Coxa, entre 2010 e 2011, mas afirma estar mais maduro agora.

- Estou bem mais tranquilo. O negócio é colocar a cabeça no lugar, trabalhar forte e esquecer o que passou - disse Bill.

O jogador já está regularizado na CBF e tem condições de atuar na próxima partida, contra o Vitória. No entanto, devido à falta de ritmo - ele não joga há dois meses -, Bill só deverá ficar à disposição do técnico Marquinhos Santos contra a Ponte Preta, dia 31 de julho, no Couto Pereira.

Fora a questão física, ele terá que vencer a concorrência dos outros nove atacantes do elenco coxa-branca: Anderson Aquino, Anderson Costa, Arthur, Deivd, Everton Costa, Geraldo, Julio Cesar, Keirrison e Rafhael Lucas.

- Concorro com todo mundo. Estou vendo que o Coritiba está muito bem, jogando um futebol que todo mundo gostaria de ver. Então vai ser uma briga sadia e boa - comentou.