icons.title signature.placeholder Bernardo Cruz*
11/06/2014
18:58

A rotina dos moradores próximos a concentração da seleção alemã mudou drasticamente desde domingo. Com a presença dos europeus, o cotidiano, em determinados momentos, é totalmente oposto a realidade. Além disso, o direito de ir e vir não acontece com a mesma tranqulidade de antes, devido a segurança e privacidade necessária para a estadia da tricampeã mundial.

Ciente das reclamações recentes dos vizinhos, o gerente de futebol da seleção alemão, Oliver Bierhoff, mostrou compreensão com os problemas enfrentados pelos habitantes nos últimos dias.

- Realmente entendemos a situação deles. É complicado quando fecham uma rua e isso causa transtorno para alguém. É uma situação bastante delicada, mas que acaba sendo necessária no momento. Jamais gostaríamos de estar atrasando as tarefas e obrigações dos moradores - afirmou.

Bierhoff admitiu ainda que medidas estão sendo tomadas para minimizar este tipo de transtorno. A Alemanha viaja para Salvador, palco da estreia na Copa do Mundo contra Portugal, neste sábado.

* O jornalista viaja a convite da SAP