icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
19/08/2015
09:44

Aos 58 nos, o britânico Sebastian Coe, bicampeão olímpico nos 1.500m -, foi eleito, nesta quarta-feira, como novo presidente da Associação Internacional de Federações de Atletismo (Iaaf). A escolha foi feita durante congresso da entidade, realizada em Pequim, na China, onde será disputado o Mundial deste ano a partir de sábado. Agora, ele substituirá o senegalês Lamine Diack, atual presidente, no dia 31 de agosto.

Dos 207 votos de representantes de federações filiadas, Coe recebeu 115. Adversário de Sebastian, o ucraniano Sergey Bubka, que também foi atleta, recebeu 92.

Medalhista de ouro na prova dos 1.500m em Moscou 1980 e Los Angeles 1984, Coe assume a Iaaf em um momento de crise, depois que o jornal britânico Sunday Times e o canal alemão ARD ´publicaram recentemente matérias em que afirma que a associação teria encoberto 800 casos de doping entre 2001 e 2012. O britânico, em sua campanha eleitoral, prometeu criar uma agência antidopagem independe.

- Essa luta é muito importante, mas não quero que pensem somente no atletismo, porque é um problema universal em todos os esportes”, disse Coe, defendendo a criação de uma agência antidopagem. “Tenho defendido isso, o que não questiona a capacidade de nossos equipamentos em Mônaco (sede da Iaaf), mas devemos reconhecer que há uma opinião geral de que há lacunas e provavelmente um sistema independente vai permitir acabar com qualquer dúvida - disse o novo presidente, em discurso após ter sido proclamado vencedor na eleição, anunciando ainda que deseja aumentar de 100 para 200 mil dólares os fundos que o Comitê Olímpico Internacional (COI) transfere para cada uma das 214 federações nacionais de atletismo em um prazo de quatro anos.

Coe é o atual presidente da Associação Olímpica Britânica (AOB) e um dos vice-presidentes da Iaaf. Ele também foi presidente do Comitê Organizador das Olimpíadas de Londres, em 2012.

Aos 58 nos, o britânico Sebastian Coe, bicampeão olímpico nos 1.500m -, foi eleito, nesta quarta-feira, como novo presidente da Associação Internacional de Federações de Atletismo (Iaaf). A escolha foi feita durante congresso da entidade, realizada em Pequim, na China, onde será disputado o Mundial deste ano a partir de sábado. Agora, ele substituirá o senegalês Lamine Diack, atual presidente, no dia 31 de agosto.

Dos 207 votos de representantes de federações filiadas, Coe recebeu 115. Adversário de Sebastian, o ucraniano Sergey Bubka, que também foi atleta, recebeu 92.

Medalhista de ouro na prova dos 1.500m em Moscou 1980 e Los Angeles 1984, Coe assume a Iaaf em um momento de crise, depois que o jornal britânico Sunday Times e o canal alemão ARD ´publicaram recentemente matérias em que afirma que a associação teria encoberto 800 casos de doping entre 2001 e 2012. O britânico, em sua campanha eleitoral, prometeu criar uma agência antidopagem independe.

- Essa luta é muito importante, mas não quero que pensem somente no atletismo, porque é um problema universal em todos os esportes”, disse Coe, defendendo a criação de uma agência antidopagem. “Tenho defendido isso, o que não questiona a capacidade de nossos equipamentos em Mônaco (sede da Iaaf), mas devemos reconhecer que há uma opinião geral de que há lacunas e provavelmente um sistema independente vai permitir acabar com qualquer dúvida - disse o novo presidente, em discurso após ter sido proclamado vencedor na eleição, anunciando ainda que deseja aumentar de 100 para 200 mil dólares os fundos que o Comitê Olímpico Internacional (COI) transfere para cada uma das 214 federações nacionais de atletismo em um prazo de quatro anos.

Coe é o atual presidente da Associação Olímpica Britânica (AOB) e um dos vice-presidentes da Iaaf. Ele também foi presidente do Comitê Organizador das Olimpíadas de Londres, em 2012.