icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/06/2014
18:01

A situação ainda é delicada, mas ao menos a Seleção Brasileira masculina de vôlei deu esperanças de que pode fazer a sua parte e tentar uma vaga na fase final da Liga Mundial. Após a vitória sobre a Polônia por 3 a 0 neste domingo, em Bydgoszcz (POL), o técnico Bernardinho mostrou-se satisfeito e prometeu trabalho duro para recuperar o Brasil vitorioso de outros tempos.

– Fizemos um bom jogo. O time é muito jovem, e os jogadores estão aprendendo durante a competição. Prometo que faremos nosso melhor para voltarmos ao nível que estamos acostumados. Queremos estar entre os melhores mais uma vez – disse o comandante.

Apesar da quarta vitória em dez jogos, o Brasil ainda ocupa a lanterna do Grupo A. O triunfo levou a equipe a 11 pontos, mesma marca dos poloneses. Mas, pelo salto de sets, os europeus seguem à frente e têm dois jogos a menos, assim como o Irã. Portanto, além de vencer os italianos nos dois jogos que restam, a Seleção ainda depende de uma combinação de placares para seguir viva.

O máximo de pontos que o Brasil pode somar agora é 17, mesmo caso da Polônia. Os iranianos, com 13, ficaram em situação mais confortável após superarem novamente a Itália e têm uma margem de 24 tentos até o final da primeira fase. Para isso, eles têm de vencer os quatro jogos que restam contra a Polônia.

O maior pontuador do jogo foi o oposto Wallace, responsável por 16 acertos. O central Lucão também teve boa atuação e contribuiu com 14. Pela Polônia, o ponteiro Konarski marcou 10. E a superioridade brasileira ficou evidente em todos os fundamentos, especialmente no bloqueio. Foram 12pontos ao todo, contra apenas seis do adversário.

– Estamos muito satisfeitos. Tudo correu bem, especialmente o sistema defensivo. Sabemos que não será fácil avançarmos às finais, mas ainda temos dois jogos contra a Itália, que serão extremamente difíceis. Mas vamos lutar até a última bola, pois a temporada é muito longa e, mesmo se não chegarmos à Fase Final, vamos continuar nosso trabalho para atingir outros objetivos – disse o levantador Bruninho.

O próximo fim de semana será de descanso para o Brasil. O time volta a jogar contra a Itália só nos dias 3 e 6 de julho, na casa do rival.