icons.title signature.placeholder Igor Siqueira e Thiago Correia
06/07/2014
13:22

A "alegria nas pernas", como Luiz Felipe Scolari gosta de chamar, pode ganhar uma chance como titular na Copa do Mundo pela primeira vez. Mas para o meia-atacante Bernard, que pode ser um dos substitutos do lesionado Neymar no setor ofensivo da Seleção Brasileira, a maneira com que a chance pode surgir não era a esperada. Afinal, o Brasil não terá o camisa 10 diante da Alemanha. Em tese, Bernard disputa com Willian a vaga de titular na semifinal da próxima terça-feira, em Belo Horizonte.

- Tenho certeza que, dentro da situação que nos encontramos, nenhum jogador que possa ser escolhido gostaria que a oportunidade surgisse dessa maneira, pelo jogador importante dentro e fora de campo. Temos que ter maturidade e tranquilidade para passar por cima disso. Infelizmente aconteceu. Vamos ter que passar por cima disso. Pelo futebol que o Neymar apresenta, é indiscutível, vai fazer falta. Quem entrar, vai procurar dar o máximo para fazer - afirmou Bernard, que concedeu coletiva neste domingo, na Granja Comary, em Teresópolis.

Mais jovem do elenco, Bernard admitiu que a contusão de Neymar, atingido na coluna pelo colombiano Zúñiga, teve um impacto na mente dos jogadores.

- Emocionalmente falando, o grupo sentiu, uma perda não só pelo jogador, mas também pela pessoa, traz uma felicidade incrível, está sempre sorrindo, passando palavras positivas em qualquer situação. Então a perda não é só do jogador. Temos que ter tranquilidade, não se apavorar, há jogadores aqui que podem dar conta do recado - completou, admitindo que será diferente atuar sem o craque, porque não houve treinos levando essa possibilidade em conta:

- Não treinou porque ninguém esperava que isso acontecesse. Mas dá tempo sim ajustar.

A Seleção Brasileira treinará pela primeira vez sem Neymar na tarde deste domingo, na Granja Comary.