icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/07/2013
00:36

A derrota na Argentina representou um sinal de alerta no grupo do Atlético Mineiro. O meia Bernard falou sobre a situação do Galo depois do revés para o Newell's Old Boys, por 2 a 0, no primeiro duelo da semifinal da Copa Libertadores. O resultado faz com que o Galo seja obrigado a vencer por no mínimo três gols de diferença no jogo da volta, em Belo Horizonte, para conquistar uma vaga na decisão. Segundo ele, o time terá que mudar o comportamento para impor o ritmo necessário no Independência.

- Temos que ser realista, se tomar um gol dentro de casa pode complicar tudo. A gente tem que ir em busca dos gols, mas sabendo do momento de atacar e defender. Sabemos que temos uma invencibilidade muito grande, mas só isso não vai ganhar esse jogo. Vamos ter que correr, jogar e marcar mais - comentou o camisa 11 atleticano.

MAIS:
> Galo vai à Argentina e perde para o Newell's no Coloso del Parque
> Veja as fotos da partida do Galo, na cidade de Rosário

Para Bernard, o Atlético esteve muito recuado em campo. O estilo de jogo, a princípio, seria adequado para jogar fora de casa, mas o jovem afirma que o alvinegro esperou demais o adversário em seu campo de defesa.

- Recuar é normal do ser humano, mas recuamos muito e acabamos não dando o passe, deixamos de atacar também. Sofremos uma pressão muito grande, não conseguimos criar, e a consequência disso foram os dois gols - concluiu Bernard.

A derrota na Argentina representou um sinal de alerta no grupo do Atlético Mineiro. O meia Bernard falou sobre a situação do Galo depois do revés para o Newell's Old Boys, por 2 a 0, no primeiro duelo da semifinal da Copa Libertadores. O resultado faz com que o Galo seja obrigado a vencer por no mínimo três gols de diferença no jogo da volta, em Belo Horizonte, para conquistar uma vaga na decisão. Segundo ele, o time terá que mudar o comportamento para impor o ritmo necessário no Independência.

- Temos que ser realista, se tomar um gol dentro de casa pode complicar tudo. A gente tem que ir em busca dos gols, mas sabendo do momento de atacar e defender. Sabemos que temos uma invencibilidade muito grande, mas só isso não vai ganhar esse jogo. Vamos ter que correr, jogar e marcar mais - comentou o camisa 11 atleticano.

MAIS:
> Galo vai à Argentina e perde para o Newell's no Coloso del Parque
> Veja as fotos da partida do Galo, na cidade de Rosário

Para Bernard, o Atlético esteve muito recuado em campo. O estilo de jogo, a princípio, seria adequado para jogar fora de casa, mas o jovem afirma que o alvinegro esperou demais o adversário em seu campo de defesa.

- Recuar é normal do ser humano, mas recuamos muito e acabamos não dando o passe, deixamos de atacar também. Sofremos uma pressão muito grande, não conseguimos criar, e a consequência disso foram os dois gols - concluiu Bernard.