icons.title signature.placeholder Caio Carrieri
17/03/2014
07:04

Até o Benfica (POR) já admite estar encaminhada a compra de Alan Kardec pelo Verdão.

– Ainda não está definido, seguem as negociações, mas creio que estamos perto de um acerto – declarou Paulo Gonçalves, assessor jurídico dos Encarnados, em rápido contato com o LANCE!Net.

Artilheiro do Palmeiras na temporada com sete gols em 13 partidas, o atacante caiu nas graças da torcida e sempre deixou clara a sua vontade de seguir no Palestra Itália. Ele está emprestado até o fim de junho ao Alviverde, que tem até o último dia de maio para exercer a prioridade na aquisição do atleta.

O Palmeiras terá de desembolsar 4 milhões de euros (cerca de R$ 13 milhões) para ter os direitos econômicos do centroavante. Adiantou a forma de pagamento com os portugueses, e os próximos passos são o acerto salarial com Alan Kardec – as conversas já começaram – e, enfim, o depósito do dinheiro na conta do Benfica.

O centroavante e seu staff dizem que não fazem grandes exigências para haver o novo acordo com o clube. A ideia do Verdão é usar os cerca de 3,2 milhões de euros da venda de Henrique para o Napoli (ITA) nesta investida. Uma parcela já foi paga pelos italianos ao Palmeiras, e as outras duas, previstas para o meio e fim do ano, podem ser garantias.

A intenção da diretoria é fazer um vínculo longo com Kardec, de quatro ou cinco temporadas. Além de todos os setores do departamento de futebol palmeirense rasgarem elogios ao camisa 14 pela postura dentro e fora de campo, a avaliação é que ele ainda tem poder de revenda – fez 25 anos em janeiro.

O atacante já se mostrou aberto a um acordo por produtividade, filosofia adotada pelo presidente Paulo Nobre desde o segundo semestre de 2013. O mandatário, por sua vez, cita o rendimento do jogador e a identificação com o Palmeiras como fatores preponderantes na decisão de adquiri-lo. Kardec festeja a sintonia com a torcida.

– É gostoso, é o reconhecimento do trabalho. Tenho de pensar no Palmeiras, me concentro só aqui e espero que tudo aconteça naturalmente. Quando a torcida te apoia, torço para acontecer tudo junto.