icons.title signature.placeholder Felipe Bolguese e Leo Burlá
15/06/2014
17:34

O melhor jogador do mundo, eleito pela Fifa no início deste ano, falou pela primeira vez durante a Copa do Mundo . Na Arena Fonte Nova, em Salvador, palco do duelo de estreia de Portugal contra a Alemanha, nesta segunda-feira, às 13h, Cristiano Ronaldo mostrou sua faceta confiante e bem humorada, fazendo piadas em diversos momentos da coletiva. A única vez em que fechou a cara foi ao responder sobre notícias, nas últimas semanas, de que ele ficaria fora da Copa por conta da tendinite no joelho esquerdo, que ele garante já estar sanada.

- Os problemas já estão ultrapassados - disse primeiramente, para depois garantir estar 100% e mais tarde ainda fazer críticas.

- A imprensa diz o que quer. Estou plenamente habituado a essas infelizes declarações, faz parte. Jogam uma pedra no ar e tenta te acertar. Como disse muitas vezes, se estou aqui, é porque tenho condições de jogar e quero ajudar. Quando não me sentir bem, sou o primeiro a dizer que não estou bem. Por isso, quando não me sentir bem, ou sentir algum problema antes ou durante o jogo, se tiver certeza de que não vou conseguir, serei o primeiro a dizer. A minha carreira ainda tem a seguir, não vou botar tudo a perder por um jogo. Por isso o que aconteceu (declarações que iria ficar fora da Copa) foi "bobagem" - afirmou, enfatizando o termo e rindo na sequência.

A entrevista, marcada para 15h40, atrasou em uma hora. Ronaldo chegou sorridente, dando sinais de que o espírito estava bom. Em dois momentos, ele fez "gracinhas". Primeiro, quando questionado se faria uma aposta com Khedira e Özil, atual e ex-companheiros de Real Madrid (ESP).

- Não faço apostas. Aposta eu faço só se for em casa (risos) - afirmou.

Depois, ao dizer se era o comandante da seleção portuguesa.

- Me sinto um comandante em casa só. Só.

Confiante de que pode ser decisivo, ele tratou de dizer que não carrega a equipe nas costas. Para ele, a seleção tem qualidade e pode surpreender, mesmo não sendo uma das favoritas.

- Um jogador só não faz uma equipe. Como disse muitas vezes, estou aqui para ajudar. Obviamente, posso fazer a diferença em muito jogos, mas não carrego a equipe nas costas. Quero ajudar, quero ser campeão, todos aqui têm essa ambição. Portugal, obviamente , tem essa ambição, mas um passo de cada vez. Vamos enfrentar na estreia uma das favoritas a ganhar a Copa. Não estamos no bolo das favoritas, o que é bom para nós. Temos as nossas armas. Vamos tentar dar o melhor como sempre - disse o craque.

Confira trechos da entrevista de Cristiano Ronaldo

CARINHO DOS FÃS
Aproveito a conferência de imprensa para agradecer o povo brasileiro, por terem nos apoiado. Espero que isso possa se refletir no campeonato. Não sei qual seleção teve mais ingressos vendidos, tenho curiosidade de ver isso amanhã (segunda). Só tenho a dizer muito obrigado ao povo brasileiro por ter apoiado a seleção. Esperamos fazer uma grande exibição.

QUESTÃO FÍSICA
Obviamente, queria estar 110%, mas estou 100%. Isso é sufience para ajudar

MELHOR DO MUNDO IR MAL EM COPAS
No futebol, tudo é possível, mas acho que não irá acontecer. É um dado curioso, mas vou tentar mudar essa situação.

PROVAR QUE É O MELHOR NA COPA
Não tenho mostrar nada a ninguém, não tenho palavras para essa pergunta. Não tenho que mostrar nada, nem agora, nem antes, nem depois. Aquilo que tenho de fazer é continuar a minha carreira, o que mais quero é continuar jogando bem. Todos querem ganhar, temos de ser realistas. Não somos favoritos, teoricamente tem seleções mais fortes que nós. Mas no futebol tudo é possível. Será um campeonato muito difícil para nós, mas não deixaremos de pensar no título. Na estreia jogaremos contra uma das melhores equipes, uma das favoritas, mas vamos dar o nosso melhor para tentar ganhar.

PESSOA DE FÉ
Cada uma tem uma crença, uma fé. Sempre acredito que o nosso destino está traçado. A partir amanhã, quando o campeonato começar, tenho certeza de que as coisas irão bem. Sou uma pessoa positiva, para mim e para os meus companheros, sinto uma onda positiva em volta da seleção de Portugal. Com a ajuda da torcida, podemos ir bem. Acho que começar essa Copa com o pé direito.