icons.title signature.placeholder Raphael Martins
17/12/2013
19:24

O Guangzhou não teve a menor chance contra um dos melhores times da Europa. O Bayern de Munique deixou claro desde o início a sua superioridade e bateu por 3 a 0 a equipe chinesa.

Agora o vencedor da Liga dos Campeões da Europa aguarda o vitorioso do confronto entre Atlético-MG e Raja Casablanca, que jogam nesta quarta-feira. A decisão do Mundial de Clubes será no próximo sábado, em Marrakesh.

DOMÍNIO DO BAYERN

A retranca do campeão asiático, dirigido pelo italiano Marcelo Lippi, resistiu bravos 39 minutos. Neste tempo, porém, só deu Bayern. A equipe de Guardiola empurrava o Guangzhou para o seu campo defensivo. Os números do primeiro tempo foram conclusivos, com 70% de posse de bola para o Bayern e 11 chutes a gol contra nenhum de seu adversário.

O Guangzhou, a bem da verdade, planejou sair em contra-ataques. O problema é que não dava para consegui-los. Para piorar, quando tinham a bola, o time chinês não conseguiu trocar dois passes.

Antes do gol, o Bayern já tinha colocado duas bolas na trave. Uma em um giro de Thiago Alcântara e outra na bomba de Kroos. O gol seria questão de tempo.


Guangzhou não conseguiu ameaçar o Bayern (Foto: Gerard Julien/ AFP)

Por ironia do destino o primeiro gol do Bayern saiu em um lance sem tanta plástica. Após confusão na área, Thiago Alcântara não conseguiu finalizar, a bola sobrou com Ribéry. O francês, candidato a melhor jogador do mundo, não perdoou e marcou.

Porteira aberta, e o segundo gol saiu cinco minutos depois. Thiago Alcântara cruzou da esquerda e Manzukic voou de peixinho para marcar.

BAYERN TIRA O PÉ, MAS DOMÍNIO NÃO DIMINUI

No segundo tempo, o Guangzhou teve a sua única chance clara de gol e tratou de desperdiçá-la. Um chute para fora de Muriqui, em um momento de distração da defesa bávara.

Como castigo, o clube chinês levou o terceiro gol na jogada seguinte. Götze aproveitou a baixa estatura e má colocação do goleiro Cheng para colocar por cobertura. A partida ganhava contornos de jogo-treino. Isso porque a partir daí o ataque contra defesa continuou, com o Bayern criando inúmeras chances e a defesa do Guangzhou na roda.


Götze festeja ao marcar o terceiro gol do Bayern (Foto: Eric Feferberg/ AFP)

O jogo desta terça-feira em Agadir serviu somente para entrar para a estatística do Bayern, e nada mais. Porém, para Guardiola e sua turma, foi um belo aquecimento para a dura parada que poderão ter no sábado. O adversário na grande final sairá do confronto entre Galo e Raja, que acontece nesta quinta-feira.

FICHA TÉCNICA:
GUANGZHOU 0 x 3 BAYERN DE MUNIQUE

Competição: Mundial de Clubes
Local: Stade d'Agadir, Agadir (MAR)
Data/hora: 17/12/13, às 17h30 (de Brasília)
Árbitro: Bakary Gassama (GAM)
Cartões amarelos: Zhao Xuri (GUA)
Cartões vermelhos: Não houve

Gols: Ribéry 39'/1ºT (0-1), Mandzukic 43'/1ºT (0-2), Götze 2'/2ºT (0-3)

Guangzhou: Zeng Cheng, Zhang Linpeng, Feng Xiaoting, Sun Xiang e Kim; Zheng Zi, Conca, Huang Bowen (Hao Rong, intervalo) e Zhao Xuri (Feng, 31'/2ºT); Muriqui (Gao Lin 22'/2ºT) e Elkeson. Técnico: Marcelo Lippi.

Bayern de Munique: Neuer, Rafinha, Van Buyten, Boateng e Alaba; Thiago Alcântara, Kroos (Javi Martínez, 12'/2ºT), Götze, Ribéry (Shaqiri, 26'/2ºT) e Lahm; Mandzukic (Pizarro, 30'/2ºT). Técnico: Pep Guardiola.