icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
12/02/2015
22:34

Após vencer os dois últimos jogos, contra Palmeiras e Mogi das Cruzes, o Basquete Cearense colocou mais uma vitória fora de casa na sua sequência. Nesta quinta-feira, o time comandado pelo técnico Alberto Bial bateu o São José, em São José dos Campos, por 78 a 70 e manteve sua invencibilidade nos últimos três confrontos.

O representante nordestino, que há algumas rodadas lutava para se afastar da zona de rebaixamento, hoje, enxerga a classificação para os playoffs como algo completamente acessível. No momento, a equipe tem uma campanha de sete vitórias em 23 jogos (30,4% de aproveitamento), apenas um resultado positivo atrás do Macaé Basquete, 12º colocado e atual dono da última vaga para a próxima fase do NBB.

Para sair vitorioso na partida, o Basquete Cearense contou com uma bela atuação do pivô Andrezão, que ficou muito próximo de um duplo-duplo, ao anotar 18 pontos e nove rebotes. Os alas Fernando Fischer e Rashaun também tiveram destaque, com 15 e 14 pontos, respectivamente.

- É um momento de muita alegria, também por causa da compreensão que esses meninos tiveram de que esse trabalho, em algum momento, ia surtir o efeito que imaginávamos, apesar de todas as dificuldades. Criou-se uma simbiose, uma homogeneidade, um trabalho coletivo muito forte e, agora, conseguimos jogar um basquete realmente de um nível muito bom, que nos levou à terceira vitória consecutiva. Estou muito feliz. - comentou Alberto Bial.

O São José, que teve Drudi como destaque, com 14 pontos e 10 rebotes, um duplo-duplo, segue na zona intermediária da tabela de classificação com 10 vitórias em 23 jogos (43,4%) e na 11ª posição.

EMBALADO, TIME DE ALBERTO BIAL VENCE NOVAMENTE

Os joseenses deram as boas-vindas à equipe visitante com 7 a 0 no placar. Nada que abalasse o Basquete Cearense, que sem contar com o maestro da equipe, o armador Davi Rossetto, que se recupera de uma lesão no tornozelo, teve Jefferson Socas com boa atuação. Pelo São José, o pivô Renan se destacou no garrafão, anotando oito pontos.

O equilíbrio entre as equipes se manteve durante toda a etapa inicial, que terminou empatada em 16 a 16. Nada diferente do segundo quarto, que ficou igual nos sete primeiros minutos.

Após uma bola de 3 do ala Alexandre Paranhos, que deixou o jogo 31 a 30, o representante do Nordeste não perdeu mais a liderança. Com boa atuação do ala/pivô Andrézão, que anotou nove pontos no período, o time de Alberto Bial abriu vantagem e fechou a primeira metade do jogo vencendo por 42 a 34.

O São José voltou do vestiário determinado a eliminar essa desvantagem no marcador. Com boa atuação do ala Jimmy Baxter, os joseenses encostaram até o limite. Com um lance livre do pivô Drudi, a diferença caiu para apenas um ponto (51 a 50). Porém, no ataque seguinte, Rashaun respondeu pelo Basquete Cearense com uma bandeja seguida de falta, bola de 3 pontos e para ganhar moral (54 a 50).

Fortalecidos emocionalmente, os cearenses colocaram oito pontos de frente novamente (58 a 50) e fecharam o terceiro quarto na liderança (60 a 56).

O time do Ceará não deixou o ritmo cair no último quarto e chegou a ficar 12 pontos de vantagem no placar (73 a 61). As bolas de fora não caíram com a mesma frequência pelo lado dos donos da casa. Foram apenas dois acertos em 10 tentativas para os 3 pontos na quarta etapa. Sem ter nada a ver com isso, o time visitante teve a tranquilidade para segurar a liderança até o final e conseguir a terceira vitória seguida no NBB.