icons.title signature.placeholder Walace Borges
19/02/2015
11:27

O romance na relação entre Léo Moura e o Flamengo vem se perdendo nos últimos meses. Um dos maiores ídolos recentes do clube e capitão desde 2010, o camisa 2 pode inclusive não cumprir o último contrato dele com o Rubro-Negro, até maio deste ano. Isso porque no treinamento desta quarta-feira ele foi barrado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo e viu Pará assumir a lateral direita que vinha sendo ocupada por ele desde 2005.

O intuito inicial da atual diretoria do Flamengo era que Léo Moura sequer renovasse para 2015, mas com a dificuldade de achar um lateral-direito confiável no mercado a cúpula resolveu dar ao jogador mais seis meses de clube enquanto Pará, recém-chegado do Grêmio, se acostumava com o clube. No entanto, com a aceleração do processo a possibilidade do capitão rubro-negro sair é muito grande. O Fort Lauderdale Strikers, dos Estados Unidos, time que o ex-atacante Ronaldo Fenômeno é acionista, e o FC Goa, da Índia, treinador por Zico em 2014, são os destinos mais prováveis.

Léo Moura está afastado do Flamengo desde a primeira rodada do Campeonato Carioca devido a um desconforto muscular na coxa direita. Com isso, deu chance a Pará de atuar nas últimas três rodadas e mostrar serviço. Desde 2005 no clube, o camisa 2 fez 515 partidas, marcando 47 gols e dando 51 assistências. Foram oito títulos (cinco Cariocas, duas Copas do Brasil e um Campeonato Brasileiro).