icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/04/2014
23:56

O Grêmio esteve longe de fazer uma partida brilhante nesta quinta-feira, na Arena. Entretanto, jogou o suficiente para derrotar o Nacional (URU) por 1 a 0. O resultado garantiu o Tricolor na primeira colocação do Grupo 6 da Copa Libertadores. Nas oitavas de final terá pela frente o San Lorenzo (ARG), time do Papa Francisco.

A primeira etapa foi morna. Logo no começo do jogo, aos 13 minutos, Barcos invadiu a área e foi derrubado. O árbitro ignorou o lance, mas o assistente apontou a penalidade, para revolta dos uruguaios. O juiz da partida compactuou com a decisão do auxiliar, e o Pirata chutou com certa violência para colocar o Imortal à frente do placar. Depois disso, pouco se produziu.

O Bolso tocava a bola e era disciplinado na marcação, mas sem poderio ofensivo, pouco incomodava a defesa gremista. Arriscou alguns chutes de longe, especialmente com o volante Arismendi, mas levou pouco perigo.

Em dez minutos da etapa complementar, o Tricolor teve duas chances claríssimas de aumentar a vantagem. A primeira com Barcos, que aplicou drible seco no marcador dentro da área e tentou marcar de cavadinha. O goleiro Munúa salvou com o rosto. Em seguida, Dudu recebeu cara a cara com o camisa 1, e finalizou colocado, para nova defesa.

Marcelo Grohe não passou a noite em branco. O goleiro gremista parou o que seria um belo gol olímpico de Dorrego, aos 15 minutos. O Nacional cresceu na partida, e passou a dominar as ações do jogo. Entretanto, faltava talento para chegar ao empate. A chance mais clara do Grêmio no segundo tempo caiu nos pés de Jean Deretti. O meia recebeu de Pará debaixo das traves, mas errou o domínio de forma inacreditável, permitindo a reação do goleiro. No fim, o goleiro Munúa foi para a área e quase tirou os três pontos gremistas nos acréscimos. Mas o chute do camisa 1 foi por cima. No fim das contas, a vitória simples foi o resultado mais justo.

FICHA TÉCNICA:

Grêmio 1x0 Nacional (URU)

Data-Hora: 10 de abril de 2014 - 22h
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Oscar Maldonado (Fifa/BOL)
Público-Renda: R$ 1.131.941,00 - 28.302 presentes
Cartões Amarelos: Maxi Rodríguez e Ramiro (GRE); Alonso, De Los Santos, Piriz e Prieto (NAC)
Cartões Vermelhos: Não houve

Gols: Barcos, aos 13'/1ºT (1-0)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Werley, Rhodolfo e Wendell; Edinho (Jean Deretti/Intervalo), Ramiro, Riveros e Alán Ruiz (Lucas Coelho, aos 41'/2ºT); Dudu (Maxi Rodríguez, aos 26'/2ºT) e Barcos. - Técnico: Enderson Moreira

NACIONAL: Munúa; Píriz, De Los Santos, Scotti (Coates, aos 7'/2ºT) e Díaz; Arismendi (Calzada/Intervalo), Prieto, Espino e Dorrego, García (Mascía, aos 36'/2ºT) e Alonso. - Técnico: Gerardo Pelusso