icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/11/2014
13:16

Os dois principais clubes espanhóis, Barcelona e Real Madrid, podem inverter os seus fornecedores de material esportivo nos próximos anos. Tudo por causa de um atrito que acontece entre a Nike e o clube catalão, que pode culminar no fim do acordo. Desta forma, a Adidas correria atrás do time. Para não ficar atrás, a marca dos Estados Unidos iria buscar os Merengues. As informações são do "Mundo Deportivo".

O pivô involuntário de toda esta confusão é o Manchester United. Os Red Devils vão deixar a Nike e assinaram um acordo com a Adidas que prevê o pagamento de 94 milhões de euros (R$ 291 milhões) anuais ao clube. O Barça, por exemplo, recebe 30 milhões de euros (R$ 93 milhões) por ano. E como os americanos perderam clubes importantes recentemente, como Arsenal, Juventus e Porto, os blaugranas ficam sendo a grande referência da marca, e exigem um contrato com valores semelhantes aos do United.

Porém, a relação entre Barça e Nike não está das melhores no momento. A Adidas está com o olho aberto, e pretende colocar na mesa dos catalães o mesmo contrato que tem com o Manchester United, e a tendência já é que o Barcelona mude de marca em 2018, quando termina o atual compromisso. Puma e Warrior seriam empresas que correm por fora e observam as movimentações.

Para não ficar atrás, a Nike deve dar o troco e tentar o Real Madrid. O atual contrato com a Adidas prevê o pagamento de 39 milhões de euros (R$ 121 milhões) aos Merengues por ano, e a Nike subiria esse valor para tirar os alemães da equipe.