icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/02/2015
14:51

Dias antes de enfrentar o Manchester City fora de casa pela das oitavas de final da Liga dos Campeões, o Barcelona não empolgou pelo Campeonato Espanhol. Pelo contrário, causou até preocupação em sua torcida. Com uma atuação apática dentro do Camp Nou, os catalães perderam por 1 a 0 contra o Málaga, com um gol que veio após falha de Daniel Alves.

Com este resultado o Barcelona perde a chance de alcançar a liderança. Os catalães permanecem com 56 pontos na tabela do Campeonato Espanhol, um a menos que o líder Real Madrid. Porém, os Merengues ainda entram em campo nesta rodada, fora de casa contra o modesto Elche, e podem aumentar a diferença na ponta. O Atlético de Madrid vem atrás com 50 e pode encostar ainda neste sábado, ao receber o Almería.

Com este resultado o Barcelona perde a chance de alcançar a liderança. Os catalães permanecem com 56 pontos na tabela do Campeonato Espanhol, um a menos que o líder Real Madrid. Porém, os Merengues ainda entram em campo nesta rodada, fora de casa contra o modesto Elche, e podem aumentar a diferença na ponta. O Atlético de Madrid vem atrás com 50 e pode encostar ainda neste sábado, ao receber o Almería.

O Barcelona, que vinha de 11 vitórias seguidas, definitivamente não entrou em campo no primeiro tempo, mesmo com o trio MSN - Messi, Suárez e Neymar  -, além de Iniesta. Apático, sem velocidade e nenhuma criatividade, não teve chances claras e levou um gol que veio de uma falha do setor defensivo.

O lateral-direito Daniel Alves, que ficou durante toda a semana com as especulações de que vai sair ao seu redor, recuou muito mal uma bola para o goleiro Bravo. Juanmi foi mais rápido, limpou o chileno e abriu o placar para os andaluzes.

Juanmi abriu o placar para o Málaga (Foto: Lluis Gene/AFP)

Depois disso, o Barcelona tentou impor o seu jogo, e como sempre, teve mais posse de bola e ficou no campo de ataque. Mas os homens de frente não conseguiram criar oportunidades, e nada de sair o empate catalão.

Enquanto isso, o Málaga, que cumpria funções táticas com muita inteligência, criava boas oportunidades, e teve pelo menos duas boas chances de ampliar, e até com golaços. Em uma delas, Horta recebeu passe calcanhar, mas Bravo defendeu. Depois ele arriscou até de bicicleta.

A bronca que Luis Enrique deu no vestiário parece ter ligado o Barcelona. Com menos de dois minutos, Daniel Alves, Neymar e Suárez já tinham criado boas jogadas. Porém, a defesa do Málaga continuava absoluta e não falhava.

Aos poucos, o Barça começou a buscar jogadas individuais. Principalmente com Neymar pelo lado esquerdo, buscando sempre alguma tabela com Iniesta. Do outro lado, Messi, caindo muito pela direita, pouco fazia.

Craque teve atuação apagada pelo Barcelona (Foto: Lluis Gene/AFP)

Para os últimos 25 minutos, Luis Enrique arriscou tirar Rafinha e Iniesta, e colocou Rakitic e Pedro. E mais tarde Daniel Alves foi embora para entrar Mascherano. Mas pouco aconteceu e o Barcelona continuou sem ter grandes oportunidades. Messi chegou até a acordar e encaixou bons dribles, mas também não conseguiu ser eficiente. Nesta altura, o time já estava bagunçado. Até Piqué chegou a virar centroavante. E o Málaga ia esfriando o jogo.