icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
22/12/2013
17:52

A Seleção Brasileira feminina de handebol fez história, derrotou a Sérvia por 22 a 20, em Belgrado (SER), e se tornou campeã mundial. Após o título inédito, a goleira Bárbara relatou um deboche do técnico da equipe sérvia, Sasa Boskovic, antes da partida e desabafou.

- É inacreditável, somos campeãs mundiais. Encaramos tudo com seriedade. Antes de cada jogo nós ouvimos besteiras. Antes desse jogo (final), o técnico da Sérvia disse: "vocês não estão vendo o meu sorriso? nós vamos ganhar". Ganha quem faz, não quem fala. Só quero dormir tranquila porque a gente fez isso pelo handebol do Brasil, que as crianças possam ter futuro e que a gente tenha uma vida longa nesse caminho da vitória - disse Bárbara.

Eleita a melhor goleira do Mundial, Bárbara ainda lembrou que as derrotas ao longo do caminho foram importantes para chegar ao título. O Brasil foi eliminado para a Noruega nas quartas de final da Olimpíada de Londres, em 2012, e para a Espanha na mesma fase do Mundial do Brasil, em 2011:

- Eu acho que nos últimos cinco anos, o handebol fez um salto inacreditável. Perder foi parte do processo e por essas derrotas, nós estamos aqui. Soubemos dar um passo de cada vez.

A Seleção precisou encarar a pressão de quase 20 mil torcedores no ginásio em Belgrado, sendo boa parte deles torcendo contra o time verde e amarelo. Mas o título passou pela frieza das atletas.

- A gente sabia que não jogaria contra 20 mil pessoas, poruq o jogo é entre as quatro linhas. Então a gente se concentrou, sabíamos que iam gritar o jogo todo, mas o nosso psicológico estava muito bem preparado - explicou Ana Paula.