icons.title signature.placeholder Craque do Futuro
14/11/2013
19:22

O Duque de Caxias deu um passo largo em direção a sua primeira final de Copa Rio. O Tricolor da Baixada enfrentou e goleou o Bangu pelo placar de 4 a 1 na tarde da última quarta-feira, no Estádio Marrentão, em Xerém. A partida foi marcada por dois golaços: um de bicicleta e um olímpico.

No próximo sábado, o Duque de Caxias vai até Moça Bonita enfrentar o Bangu, e pode perder por até dois gols de diferença que garante a inédita vaga na decisão da Copa Rio. Na outra semifinal, Boavista e Volta Redonda empataram em 0 a 0.

Primeiro tempo recheado de gols

As duas equipes iniciaram a partida com fome de bola. No primeiro lance, o ataque do Bangu já trabalhou, porém, sem muita efetividade. Diferente, o setor ofensivo do Duque de Caxias marcou em sua primeira oportunidade. Aos 10 minutos,  Rodrigues avançou em velocidade pela esquerda e cruzou na medida para João Carlos, que desviou de primeira e mandou no ângulo, abrindo o marcador no Marrentão. Após o tento a partida equilibrou-se, com o Bangu dominando a posse de bola.

Mesmo com a pequena vantagem do Bangu em campo, foi o Duque de Caxias, aos 29 minutos, que ampliou o marcador. Em cobrança de falta, Rodrigo alçou a bola na área e o goleiro banguense Luis Guilherme saiu mal, soltando a bola para João Carlos, que livre, mandou uma meia bicicleta marcando o segundo gol do Tricolor da Baixada.

Três minutos após o segundo tento do Duque de Caxias, o Bangu ensaiou uma pequena reação. Em cruzamento, Paulo Vitor achou Gabriel Galhardo infiltrando a área. O volante se antecipou e mandou para o fundo das redes, colocando o Alvirrubro novamente na partida. A reação, porém, não durou muito. No final da primeira etapa, em cobrança de escanteio, o meia Digão colocou o Tricolor em vantagem novamente, com um belo gol olímpico.

Segundo tempo de domínio do Duque

A segunda etapa começou como terminou o primeiro e o Duque de Caxias manteve a pressão na partida. No primeiro lance de perigo, Rodrigues bateu cruzado e acertou na trave e o goleiro Luis Guilherme salvou em cima da linha, impedindo o quarto gol do Tricolor da Baixada.

Sem poder de criação, o Bangu viu o Duque de Caxias fazer o quarto no final da partida. Aos 40 minutos, Rodrigues cruzou na área e João Carlos, de cabeça, ajeitou a bola para Nathan, que empurrou para o fundo do gol fechando o resultado. Agora, para se classificar o Bangu precisa vencer por três pontos de vantagem.