icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
12/11/2014
15:14

Após a investigação do Ministério Público, que confirmou que a Portuguesa escalou o meia Héverton, na última rodada do Campeonato Brasileiro de 2013, em troca de vantagens para funcionários do clube, o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, garantiu, em entrevista à ESPN, que o Rubro-Negro não teve qualquer tipo de participação neste caso. O mandatário rubro-negro deixou claro, que por lógica, de acordo com a ordem dos acontecimentos, o Flamengo não tem como estar envolvido neste 'esquema', e mostrou irritação com qualquer tipo de suspeita.

- Vejo com estranheza o Flamengo está sendo colocado pela imprensa como suspeito, porque é matematicamente impossível o Flamengo ter feito alguma tentativa de suborno. Vamos relembrar, o Flamengo, no sábado, no dia de Flamengo e Cruzeiro, que foi às 19h30, o Flamengo tinha 48 pontos e estava praticamente livre do rebaixamento. O jogo da Portuguesa contra o Grêmio, se não me engano, foi às 16h de domingo. O jogador Héverton já estava concentrado e relacionado desde a sexta-feira. Existe documentação farta sobre isso. Ou seja, é impossível que o Flamengo tenha feito qualquer ação de suborno antes do jogo Flamengo e Cruzeiro. Existe a suspeita em relação a isso, estamos à disposição, mas o que eu não aceito de maneira nenhuma, até por questão de raciocínio, quem analisar os fatos, vai chegar a conclusão de que o Flamengo não tem culpa nenhuma - disse Bandeira de Mello ao programa Bate-Bola.

O presidente rubro-negro ainda se colocou totalmente à disposição para que o MP consiga, enfim, concluir as investigações, tirando de vez, qualquer tipo de suspeita que corra sobre o clube da Gávea.

- Não fomos chamados. Estamos à disposição. Eu posso até supor que o Ministério Público tenha usado esse mesmo raciocínio e chegou a conclusão de que o Flamengo não tem participação em caso de suborno. Mas se ele quiser falar com qualquer pessoa do Flamengo e colher qualquer tipo de informação, estamos à disposição. Acho que isso deve ser esclarecido até para parar com essa suspeita irresponsável de que o Flamengo participou desse caso - finalizou.

Suspeitos, Flamengo e Fluminense são os principais alvos da investigação. Os dois clubes se salvaram, já que o Rubro-Negro também escalou André Santos de forma irregular, e o Tricolor já estava matematicamente rebaixado.