icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
10/06/2014
12:59

Depois dos três gols e passe para outros dois contra o Fluminense, Ciro Immobile ganhou moral na seleção italiana e a disputa com Balotelli pela vaga no ataque virou assunto na coletiva do técnico da Inglaterra, rival na estreia da Copa. Mas Roy Hodgson preferiu não dar pitacos a respeito das possíveis dúvidas da Azzurra para a partida de sábado, em Manaus.

- Seria uma pergunta para a Prandelli, não é uma pergunta para mim. São excelentes jogadores, fazem coisas diferentes para o time. Respeitamos ambos gostaria de achar que quem jogar a defesa vai saber lidar com ele. Mas a dor de cabeça é do Prandelli - disse o treinador inglês, em coletiva nesta terça-feira, no Rio.

Hodgson seguiu a mesma linha de resposta ao ser indagado se imagina o que o treinador italiano está falando aos jogadores, no que diz respeito às ameaças inglesas.

- Essa pergunta deveria ser feita ao Prandelli. Não imagino o que ele está falando. Eu que tenho que prestar a atenção. Andrea Pirlo é um jogador de primeiro nível, mas tem outros italianos que temos que prestar a atenção. A gente não está se concentrando em um jogador - completou o treinador.

Italianos e ingleses se enfrentam no sábado, na Arena da Amazônia, em Manaus.