icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
23/02/2015
11:54

O Macaé quase contratou o meio-campo Marcos Assunção para a temporada 2015. A informação foi divulgada pelo presidente do clube, Mirinho, neste domingo. Porém, o mandatário desistiu do negócio porque está desanimado com a baixa renda de público do time e ficou com receio de não conseguir arcar com os vencimentos do jogador de 38 anos, que atualmente está sem clube.

- Cheguei a me reunir com ele (Marcos Assunção) no Rio. Eu estou desanimado, não temos renda. Seria um ótimo jogador para o Macaé e não pediu caro. Mas eu tenho medo de contratar um jogador de R$ 30 mil. A torcida não tem comparecido, só vejo aqui aqueles ferrenhos. Macaé tem quase 300 mil habitantes, queria só 1% aqui. Eu estou desanimado - disse Mirinho à Rádio FM 101.

O lamento de Mirinho é justificado. Campeão da Série C em 2014, o Macaé teve a quarta pior média de público da competição: 497 pagantes por jogo. No Carioca, a média é de 5.500 torcedores por partida. Porém, muito se deve ao jogo contra o Flamengo na primeira rodada, que levou 14.550 pessoas ao estádio.

Marcos Assunção está sem jogar desde quando saiu da Portuguesa, em meados do ano passado. O experiente meia já teve passagens por grandes clubes brasileiros, como Palmeiras, Santos e Flamengo, e também, na Europa, como o Roma.