icons.title signature.placeholder Pedro Redig, especial para o LANCE!Net
04/11/2014
00:03

O Liverpool é a grande decepção do Campeonato Inglês. Depois de 10 rodadas, o time que só veio a perder o título passado para o Manchester City nas duas últimas rodadas em maio, está fora dos quarto primeiros lugares, em sétimo, a 12 pontos do invicto Chelsea.

Os Reds pagam por um problema comum a muitos clubes e a solução apresentada até agora não disse ao que veio. A ida de Suárez para o Barcelona deixou o clube com quase R$ 300 milhões de reais mas sem o artilheiro da temporada passada com 31 gols.

- Nós ficamos sem 80% dos nossos gols - reconhece o técnico Brendan Rodgers sem citar o nome Suarez.

Assim como o Tottenham sofre até hoje para suprir a ausência de Bale, o Liverpool sente muita falta do uruguaio e pena com Balotelli – que deveria ser a solução mas acaba virando parte do problema.

Suarez ainda não produziu o impacto esperado no Barcelona e vai levar tempo até ele encontrar o próprio espaço, num time de estrelas como Messi e Neymar. No Liverpool, o uruguaio era simplesmente o dono do time e contagiava os outros jogadores com seu entusiasmo.

Phillipe Coutinho é um dos que mais sente a falta de Suárez. Juntos armavam jogadas mortais, de passes precisos para o uruguaio disparar com sua velocidade explosiva. Gerrard tambem não é mesmo aos 34 anos. No mais, o time depende da energia de Raheem Sterling, o meia atacante de 19 anos que tem aparecido constantemente ao lado de Balotelli nas cenas de treinos do time.

O técnico Brendan Rodgers resolveu dar um crédito de confiança no excêntrico italiano mas a aposta até agora não deu certo. Contratado por R$ 63,3 milhões de reais, o filho de ganeses adotado por uma familia italiana ainda não marcou no Campeonato. Tem dois gols – uma pela Liga dos Campeões e outro pela Copa da Liga Inglesa.

Por menos dinheiro, o West Ham comprou o equatoriano Enner Valencia (3 gols), o West Brom tem Beharino (7), o italiano Pellè faz sucesso no Southampton (6) e o Leicester trouxe o argentino Ulloa (5 gols).

Balotelli parece disposto a colaborar mas a torcida não gosta do jeito dele meio destacado durante o jogo. Querem mais envolvimento, paixão – coisa que o jovem de 24 anos tem de sobra para oferecer fora de campo.

Apenas na semana que passou, o craque das celebridades esteve envolvido numa discussão por causa da sua Ferrari que por pouco não gerou queixa crime e um dançarino de 55 anos foi confundido com Balotelli numa sessão do parlamento. Para completar, fotos explosivas do banheiro destruído por fogos de artifício três anos atrás apareceram em todo o seu esplendor nos tablóides para coincidir com Haloween.

Como ele mesmo resumiu na famosa frase na camisa: “Porque sempre eu?” – e com certa razão. O craque do Manchester United Paul Scholes disse na sua coluna na imprensa inglesa que “Balotelli é sempre culpado por todos os males do Liverpool.” Ele lembra que o time deve melhorar com a volta do atacante Daniel Sturridge de uma contusão.

Balotelli é popular com os companheiros mas também é cobrado pelo capitão do time.

- Eu gosto do cara. Ele curte ser o homem de frente e se é isso que ele quer no Liverpool, ele tem que marcar gols - completa Gerard.

O recado não podia ser mais claro.