icons.title signature.placeholder Thiago Fernandes
31/07/2014
08:10

Júlio Baptista retornou ao Brasil com o intuito de recuperar a carreira, marcada nas últimas temporadas de Europa pelas seguidas lesões e o fraco rendimento. Contudo, um ano após a sua apresentação pelo Cruzeiro, em 28 de julho de 2013, quando chegou ao Mineirão dentro de um carro-forte, o meia-atacante não conseguiu se firmar e volta a conviver com as contusões.

O primeiro problema do apoiador na Toca da Raposa 2 é a falta de definição sobre a sua posição. Meio-campista de origem, ele já atuou no setor de criação e como centroavante. Os números, porém, não jogam a seu favor em nenhuma das posições.

Em 37 partidas disputadas pelo atual campeão brasileiro, ‘La Bestia’ balançou as redes adversárias em 11 oportunidades e distribuiu duas assistências. A baixa produtividade no ataque lhe proporcionou a titularidade em 19 jogos apenas, fator que não condiz com a pompa ostentada pelo atleta em sua chegada.

As dificuldades médicas também incomodam Júlio Baptista. Ele enfrenta sua terceira lesão com as cores do Cruzeiro. Entre setembro e outubro de 2013, uma contusão na panturrilha esquerda lhe tirou de combate por sete partidas do Brasileirão.

Outro problema clínico colocou o meia-atacante no estaleiro. Entre fevereiro e março deste ano, o apoiador recebeu uma pancada no joelho direito e se ausentou de seis compromissos da Raposa, entre Campeonato Mineiro e Copa Libertadores da América.

Na última semana, o departamento médico do Cruzeiro comunicou à imprensa que ‘La Bestia’ sofreu nova lesão na panturrilha esquerda. Sem previsão para retornar aos gramados, ele se ausentou do jogo contra o Figueirense e não terá tempo hábil para se recuperar até a partida contra o Botafogo, neste sábado, às 18h30, no Maracanã.

Antes da Copa do Mundo, a cúpula da Raposa tentou se desfazer de Júlio Baptista. Ele esteve próximo do Santos, mas o clube da Vila Belmiro não aceitou realizar o negócio devido ao elevado custo do meia-atacante, que recebe cerca de R$ 900 mil em Belo Horizonte, entre vencimentos – cerca de R$ 400 mil – e luvas diluídas. O atual vínculo do apoiador se encerra em julho de 2015.

Lesões de Júlio Baptista no Cruzeiro:
Entre 27/9/2013 e 25/10/2013 – Fora de sete partidas por lesão na panturrilha esquerda
Entre 22/2/2014 e 15/3/2014 – Fora de seis partidas por lesão no joelho direito
Entre 23/7/2014 e agora – Fora de uma partida por lesão na panturrilha esquerda

Números de Júlio Baptista:
37 partidas
11 gols
2 assistências
0,29 gol por partida