icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/11/2014
22:56

O Bahia conseguiu manter vivo o sonho de escapar da Série B de 2015 ao vencer, fora de casa, o Criciúma, por 1 a 0, nesta quarta-feira, pela 35ª rodada do Brasileirão. Por outro lado, o Tigre se afundou ainda mais na lanterna e, com muitos protestos da torcida no Heriberto Hülse, está a um passo do rebaixamento.

O gol que manteve o Tricolor baiano vivo na Série A foi de Guilherme Santos. Com isso, o Bahia chegou a 34 pontos, roubando a 18ª posição do Botafogo. O Criciúma se manteve com 38 e, faltando nove pontos em jogo, está a oito do primeiro time fora da zona da degola. Na próxima rodada, que pode decretar a queda do time catarinense, o adversário é o Flamengo. Já o Bahia recebe o Atlético-PR.

A tensão em campo e nas arquibancadas foi nítida. No primeiro tempo, apesar de não terem esbanjado qualidade técnica, os dois times poderiam ter marcado, mas falharam nas conclusões.

Pelo lado do Tigre, Ricardinho, com um chute venenoso de fora da área, e Cleber Santana, perdendo após driblar o goleiro, foram os que chegaram mais perto de comemorar. Já o Bahia, após levar sustos, desperdiçou uma chance de ouro com Galhardo.

Menos mal para o Tricolor que Guilherme Santos acertou um chute de canhota no canto de Bruno depois de ótima arrancada pela direita. A emoção do lateral que jogou de meia foi nítida e justificada. Afinal, foi essa jogada que ainda manteve o Bahia com uma chance razoável de escapar da Segundona.

Em meio a vaias e protestos, o Criciúma não reagiu. Souza até acertou a trave em um voleio. Mas o Tigre ficou em uma situação quase irreversível. Ao que tudo indica, a queda é uma questão de tempo.

CRICIÚMA 0 X 1 BAHIA
Local: Heriberto Hülse, em Criciúma (SC
Data/Hora: 19/11/2014, às 21h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis e Carlos Augusto Nogueira Junior (SP)
Cartões amarelos: Bruno Lopes, Souza, João Vitor, Cortez (CRI); Railan (BAH)
Gols: Guilherme Santos, 6'/2ºT (0-1)

CRICIÚMA: Bruno; Maicon Silva (Rafael Costa, 25'/2ºT), Rafael Pereira, Fábio Ferreira e Cortez; Serginho, Ricardinho (Andrew, 13'2ºT), João Vitor e Cleber Santana; Bruno Lopes (Kalil, 24'/2ºT) e Souza - Técnico: Toninho Cecílio

BAHIA: Marcelo Lomba; Railan, Lucas Fonseca, Titi, Pará; Fahel, Rafael Miranda, Bruno Paulista (Feijão, 40'/2ºT), Guilherme Santos e Galhardo (William Barbio, 43'2ºT); Kieza (Henrique, 43'/1ºT). Técnico: Charles Fabian.