icons.title signature.placeholder Stefano Grossi
22/07/2014
20:14

Considerado a peça ideal para comandar o meio campo do Bahia, o meia argentino Romagnoli não vai mais fazer parte do elenco Tricolor. Apesar de ter assinado um pré-contrato com o clube, o atleta do San Lorenzo não cumpriu as datas estabelicidas com a diretoria baiana, e agora terá que responder uma ação na FIFA.

O jogador de 33 anos assinou um pré-contrato com o Bahia no dia 3 de janeiro, e comprometeu-se a se apresentar no dia 1º de julho. Romagnoli não apareceu, e na tarde de ontem, o clube baiano entrou com uma ação na FIFA.

O LANCE!net entrou em contato com Vitor Ferraz, gerente jurídico do Bahia, que disse que o jogador agiu de má fé, e que estaria prorrogando seu vínculo com o clube argentino, semifinalista da Libertadores.

- Nós assinamos um pré-contrato com o jogador dentro do prazo que a FIFA estabelece, faltando seis meses para acabar o contrato com o San Lorenzo. O contrato dele com o clube argentino terminava no dia 30 de junho e ele teria que se apresentar no Bahia no dia 1 de julho, o que não aconteceu. Ao notificarmos o jogador e o clube, soubemos que ele estava prorrogando seu contrato. Na nossa visão o jogador agiu de má fé, por isso resolvemos entrar com a ação na FIFA. Pagamos um valor de 50 mil dólares (R$111 mil) para dar garantias ao jogador, queremos ser restituído e queremos também que o atleta pague a multa rescisória desse pré-contrato - explicou Ferraz.

Caso o Bahia vença a ação, o San Lorenzo também sofrerá sanções legais.