icons.title signature.placeholder Bruno Braz
icons.title signature.placeholder Bruno Braz
09/07/2013
10:06

O técnico Paulo Autuori não comanda o Vasco no jogo-treino da manhã desta terça-feira, contra o Bonsucesso, em São Januário, e deu mais um indício de que está deixando o clube. Além dele, o auxiliar Renê Weber e o preparador físico Gilvan Santos, ambos de sua comissão técnica, também não apareceram no campo. O treinador está reunido com a diretoria no clube e deve formalizar sua saída.

A equipe está sendo comandada pelo auxiliar e ex-zagueiro cruz-maltino Jorge Luiz, que deve assumir o time pelo menos na próxima rodada do Brasileirão, contra o Flamengo, em Brasília.

O amistoso contra o Bonsucesso, marcado para às 9h30, começará com cerca de 50 minutos de atraso. Os atletas cruz-maltinos fizeram uma reunião a portas fechadas no vestiário e subiram para o campo por volta das 9h50, enquanto os adversários faziam aquecimento no gramado desde antes do horário marcado. 

Após a derrota de 5 a 3 para o Internacional, no Rio Grande do Sul, ao desembarcar no Rio de Janeiro, nesta segunda, o treinador voltou a criticar o Vasco e abriu o caminho para uma possível ida para o São Paulo. Ainda na segunda-feira, no início da tarde, a diretoria do Cruz-Maltino realizou uma reunião para definir a situação do treinador. No entanto, a decisão sobre o futuro de Autuori não foi anunciada e os dirigentes deixaram as dependências de São Januário sem falar com a imprensa.

Internamente, a postura de Autuori já vinha deixando a diretoria vascaína intrigada e preocupada. Mesmo deixando claro sua postura com relação aos atrasos de salários e com os problemas estruturais do Vasco, nos últimos dias, repentinamente, o treinador aumentou consideravelmente suas reclamações no dia a dia.

A tendência é que ocorra uma definição sobre o futuro de Paulo Autuori até o fim desta terça-feira.

Sem Autuori, Jorge Luiz comanda o Vasco

*Atualizada às 10h23

O técnico Paulo Autuori não comanda o Vasco no jogo-treino da manhã desta terça-feira, contra o Bonsucesso, em São Januário, e deu mais um indício de que está deixando o clube. Além dele, o auxiliar Renê Weber e o preparador físico Gilvan Santos, ambos de sua comissão técnica, também não apareceram no campo. O treinador está reunido com a diretoria no clube e deve formalizar sua saída.

A equipe está sendo comandada pelo auxiliar e ex-zagueiro cruz-maltino Jorge Luiz, que deve assumir o time pelo menos na próxima rodada do Brasileirão, contra o Flamengo, em Brasília.

O amistoso contra o Bonsucesso, marcado para às 9h30, começará com cerca de 50 minutos de atraso. Os atletas cruz-maltinos fizeram uma reunião a portas fechadas no vestiário e subiram para o campo por volta das 9h50, enquanto os adversários faziam aquecimento no gramado desde antes do horário marcado. 

Após a derrota de 5 a 3 para o Internacional, no Rio Grande do Sul, ao desembarcar no Rio de Janeiro, nesta segunda, o treinador voltou a criticar o Vasco e abriu o caminho para uma possível ida para o São Paulo. Ainda na segunda-feira, no início da tarde, a diretoria do Cruz-Maltino realizou uma reunião para definir a situação do treinador. No entanto, a decisão sobre o futuro de Autuori não foi anunciada e os dirigentes deixaram as dependências de São Januário sem falar com a imprensa.

Internamente, a postura de Autuori já vinha deixando a diretoria vascaína intrigada e preocupada. Mesmo deixando claro sua postura com relação aos atrasos de salários e com os problemas estruturais do Vasco, nos últimos dias, repentinamente, o treinador aumentou consideravelmente suas reclamações no dia a dia.

A tendência é que ocorra uma definição sobre o futuro de Paulo Autuori até o fim desta terça-feira.

Sem Autuori, Jorge Luiz comanda o Vasco

*Atualizada às 10h23