icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
31/07/2013
19:05

O técnico Paulo Autuori enalteceu o comportamento da defesa são-paulina na derrota por 2 a 0 para o Bayern de Munique (ALE), nesta quarta-feira, na Allianz Arena, em jogo válido pela Copa Audi, mas afirma que o time ainda precisa evoluir na saída de jogo para o ataque.

- Nosso adversário tem muita qualidade, mas a análise do jogo fica um pouco limitada. Tivemos um desgaste muito grande, porque viemos de uma sequência de jogos. Mas, dentro dos nossos objetivos, acredito que nos defendemos muito bem e, agora, a gente tem que trabalhar mais essas saídas em velocidade e buscando o espaço - declarou o treinador, em entrevista coletiva após o duelo.

Diante do Bayern, o treinador escalou a equipe com três volantes. Contudo, Jadson, Osvaldo e Aloísio, os três jogadores mais avançados, voltavam para marcar no campo de defesa. Os dois atacantes acompanharam as investidas dos laterais do adversário.

O atual campeão da tríplice coroa (Liga dos Campeões da Europa, Bundesliga e Copa da Alemanha) teve algumas oportunidades, mas parou nas intervenções do goleiro Rogério Ceni. Na etapa final, Mandzukic e Weiser foram às redes.

O comandante tricolor ainda ressaltou o fato de a equipe ter de superar a viagem desgastante até Munique, além do fuso horário.

- Chegamos de viagem e tivemos apenas um dia para treinar o time. Como é característica das equipes montadas pelo Pep Guardiola, o Bayern jogou no seu campo de ataque. Em termos físicos, não posso exigir mais dos jogadores, porque eles tiveram pouco tempo para trabalhar e descansar. Minha maior preocupação é preservar os atletas e impedir que aconteçam lesões - concluiu.

Com a derrota, o São Paulo irá enfrentar o Milan (ITA), nesta quinta-feira, às 13h15, na Allianz Arena, na disputa pelo terceiro lugar do torneio. O treinador já avisou que escalará os reservas na partida.

O técnico Paulo Autuori enalteceu o comportamento da defesa são-paulina na derrota por 2 a 0 para o Bayern de Munique (ALE), nesta quarta-feira, na Allianz Arena, em jogo válido pela Copa Audi, mas afirma que o time ainda precisa evoluir na saída de jogo para o ataque.

- Nosso adversário tem muita qualidade, mas a análise do jogo fica um pouco limitada. Tivemos um desgaste muito grande, porque viemos de uma sequência de jogos. Mas, dentro dos nossos objetivos, acredito que nos defendemos muito bem e, agora, a gente tem que trabalhar mais essas saídas em velocidade e buscando o espaço - declarou o treinador, em entrevista coletiva após o duelo.

Diante do Bayern, o treinador escalou a equipe com três volantes. Contudo, Jadson, Osvaldo e Aloísio, os três jogadores mais avançados, voltavam para marcar no campo de defesa. Os dois atacantes acompanharam as investidas dos laterais do adversário.

O atual campeão da tríplice coroa (Liga dos Campeões da Europa, Bundesliga e Copa da Alemanha) teve algumas oportunidades, mas parou nas intervenções do goleiro Rogério Ceni. Na etapa final, Mandzukic e Weiser foram às redes.

O comandante tricolor ainda ressaltou o fato de a equipe ter de superar a viagem desgastante até Munique, além do fuso horário.

- Chegamos de viagem e tivemos apenas um dia para treinar o time. Como é característica das equipes montadas pelo Pep Guardiola, o Bayern jogou no seu campo de ataque. Em termos físicos, não posso exigir mais dos jogadores, porque eles tiveram pouco tempo para trabalhar e descansar. Minha maior preocupação é preservar os atletas e impedir que aconteçam lesões - concluiu.

Com a derrota, o São Paulo irá enfrentar o Milan (ITA), nesta quinta-feira, às 13h15, na Allianz Arena, na disputa pelo terceiro lugar do torneio. O treinador já avisou que escalará os reservas na partida.