icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/07/2013
13:02

O técnico Paulo Autuori comandou nesta sexta-feira seu segundo treino à frente do São Paulo desde que voltou ao clube. Porém, apesar do pouco tempo de trabalho, o comandante tem seus conceitos de jogo bem definidos e, dentro de seus planos, está a utilização de Paulo Henrique Ganso. Em entrevista coletiva após a atividade o CT da Barra Funda, o treinou elogiou o meia e ainda revelou o esquema tático que pretende utilizar em sua segunda passagem pelo Morumbi.

- Acho o seguinte: o Ganso é talento, e talento tem que jogar. Ele é inteligente. Além de serem jogadores, eles são competidores. E qualidade técnica só não é suficiente. Para ser competitivo, tem que somar à qualidade técnica outras coisas. O objetivo é que o Ganso possa jogar porque é diferenciado. Não tem feito bons jogos, ele sabe disso e isso é importante. Em relação ao modelo de jogo, pode ter certeza que vamos jogar sempre no 4-4-2. Vai variar o desenho do meio campo, pode ser um diamante ou dois meias, gosto de jogar assim. Mas não dá sempre para jogar assim. Isso é minha responsabilidade, é meu trabalho - afirmou o treinador.

No fim do treino desta sexta, o técnico conversou particularmente por alguns minutos com Ganso no gramado do CT. Depois, trocou, também em particular, algumas palavras com Juan. Contudo, apesar do papo reservado com esses atletas, não confirmou se serão titulares diante do Vitória, mas revelou que o volante Fabrício, reintegrado ao elenco, viajará com o grupo.

- Vou ter papo sempre com os jogadores individualmente, é importante esse contato, o corpo a corpo ali. O Fabrício vai para o banco, ainda vou definir, mas não vai alterar muito da última partida. A base vai ser aquela da última partida. Vou fazer o bom e velho rachão amanhã (sábado) e definir a equipe - completou.

Autuori quer trazer realidade dos jogos para os treinos

O técnico Paulo Autuori comandou nesta sexta-feira seu segundo treino à frente do São Paulo desde que voltou ao clube. Porém, apesar do pouco tempo de trabalho, o comandante tem seus conceitos de jogo bem definidos e, dentro de seus planos, está a utilização de Paulo Henrique Ganso. Em entrevista coletiva após a atividade o CT da Barra Funda, o treinou elogiou o meia e ainda revelou o esquema tático que pretende utilizar em sua segunda passagem pelo Morumbi.

- Acho o seguinte: o Ganso é talento, e talento tem que jogar. Ele é inteligente. Além de serem jogadores, eles são competidores. E qualidade técnica só não é suficiente. Para ser competitivo, tem que somar à qualidade técnica outras coisas. O objetivo é que o Ganso possa jogar porque é diferenciado. Não tem feito bons jogos, ele sabe disso e isso é importante. Em relação ao modelo de jogo, pode ter certeza que vamos jogar sempre no 4-4-2. Vai variar o desenho do meio campo, pode ser um diamante ou dois meias, gosto de jogar assim. Mas não dá sempre para jogar assim. Isso é minha responsabilidade, é meu trabalho - afirmou o treinador.

No fim do treino desta sexta, o técnico conversou particularmente por alguns minutos com Ganso no gramado do CT. Depois, trocou, também em particular, algumas palavras com Juan. Contudo, apesar do papo reservado com esses atletas, não confirmou se serão titulares diante do Vitória, mas revelou que o volante Fabrício, reintegrado ao elenco, viajará com o grupo.

- Vou ter papo sempre com os jogadores individualmente, é importante esse contato, o corpo a corpo ali. O Fabrício vai para o banco, ainda vou definir, mas não vai alterar muito da última partida. A base vai ser aquela da última partida. Vou fazer o bom e velho rachão amanhã (sábado) e definir a equipe - completou.

Autuori quer trazer realidade dos jogos para os treinos