icons.title signature.placeholder João Matheus Ferreira
18/07/2014
17:14

Foi no improviso e poucos minutos antes de ser cantada pela primeira vez que a versão brasileira do "Decime que se siente", música entoada pelos argentinos durante a Copa do Mundo 2014, ficou pronta. Criada pelos compositores Pedrinho da Muda, João Paulo Marques Cordeiro, o JP, e Daniel Brunet, a resposta à Argentina rodou o mundo em poucos dias e motivou os três a pensarem em novas canções para o Brasil.

- Vamos fazer mais música para a Copa América (2015) e ensinar como se torne. Já estamos pensando em organizar uma rapaziada e chegar no Chile com tudo. Se pensaram que fizeram algum barulho aqui no Brasil, que nos esperem no Chile para ver o que é festa de verdade - disse JP.

Na última quinta à noite, os compositores receberam a reportagem do L!Net no Bar do Momo, na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro, local que é ponto de encontro de todos eles para escrever canções ou simplesmente se reunir com amigos. E, durante o bate-papo, deram detalhes da composição da resposta aos argentinos.

- Fizemos essa música no Samba da Ouvidor mesmo, pouco antes de cantarmos. No segundo set a resposta já estava pronta. Conseguimos imprimir umas dez cópias e pedimos pra cantar quando o samba acabou. Não esperava que ia ter toda essa proporção, mas sabia que seria polêmica, já que se trata de uma rivalidade muito grande - disse Pedrinho da Muda.

Como o próprio Pedrinho relatou, a música foi cantada pela primeira vez no Samba da Ouvidor, que acontece aos sábados, quinzenalmente, na esquina da Rua do Ouvidor com Rua do Mercado, no Centro Antigo do Rio, em espaço aberto para o público. Idealizador da roda, o músico Gabriel Cavalcante torce para ver a canção feita pelos amigos entoada nos estádios pelos brasileiros.

- Nossa roda de samba sempre teve a espontaneidade como marca. E no sábado não foi diferente. Sem pretensão alguma, pegamos os microfones e começamos a cantar a resposta, feita por amigos da roda e um dos integrantes. Vejo uma importância não para a roda, mas sim para o Rio, que cria uma resposta civilizada à altura. Foi uma brincadeira que percorreu o mundo e isso é bacana. Agora só falta ver nos estádios e espero que isso aconteça - ressaltou Gabriel Cavalcante.

Em menos de uma semana, a canção foi publicada por jornais e sites de Espanha, França, Bélgica, Equador, Honduras, Uruguai, Venezuela, Colômbia, Peru e poucos veículos da Argentina. No Brasil, o jornal "O Globo" também deu destaque. Que venha a Copa América!

Confira a letra:

Argentina me diz como se sente
Ver de longe cinco estrelas a brilhar
Te juro ainda que os anos passem
Você nunca vai me alcançar
Cinco Copas só eu tenho
E sem trapaçear
"Mi Papa" não se dopou para jogar
Uma coisa a mais te digo
Para nunca se esquecer
O Pelé tem mais Copa que você