icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/12/2013
17:16

De quase vilão a herói da conquista da Libertadores no jogo contra o Olimpia, ao fazer o segundo gol que garantiu a disputa de pênaltis, o zagueiro Leonardo Silva chega ao Mundial pronto para focar na parte defensiva, mas não descarta marcar novamente em um momento crucial.

- Seria maravilhoso repetir o que aconteceu na Libertadores, se eu puder ajudar a fazer um gol, será maravilhoso, mas o pensamento é evitar os gols para que fiquemos mais próximo da vitória.

No Mineirão, Leonardo Silva tentou por duas vezes vencer o goleiro Martín Silva, no final do jogo e, com uma bola que parecia nunca cair, deixou o placar igual ao do Defensores del Chaco. Léo sabe que, depois de fazer o pênalti diante do Tijuana que poderia tirar o Galo da competição, foi iluminado e escolhido para marcar o gol. Apesar disso, ele sabe que no Mundial, a força coletiva deverá prevalecer.

- Todos batalharam para que aquilo acontecesse, participei diretamente com um gol, mas todos contribuíram. Agora estamos aqui e vamos fazer de tudo, com bom futebol, para que possamos conquistar uma grande competição novamente.