icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/02/2015
20:27

Michel Bastos fez o primeiro do Tricolor no Paulistão (FOTO: Celio Messias)

Na vitória por 3 a 1 sobre o Penapolense, o Tricolor teve Luis Fabiano chegando à expressiva marca de 200 gols com a camisa do clube. E o meia Michel Bastos, com gol e assistência, sobressaiu-se. Os dois, assim, ficaram com as melhoras notas na avaliação do LANCE!Net. A decepção ficou por conta de Alan Kardec, que pouco apareceu e recebeu nota 4,0. Confira abaixo o desempenho de cada atleta e dos técnicos: 

PENAPOLENSE, por Guilherme Amaro  (reporteres-sp@lancenet.com.br)

5,0
Leando Santos
Não teve culpa nos gols, mas não fez nenhuma defesa difícil.

4,5
Arnaldo
Apareceu pouco no ataque e esteve perdido em alguns lances atrás.

4,0
Jailton
Chegou atrasado no segundo gol e desviou contra no terceiro.

4,5
Gualberto
Sofreu para fazer a cobertura pelo lado esquerdo.

5,0
João Lucas
Chegou bem ao ataque, mas deu muito espaço na defesa.

4,5
Gilmak
Mais recuado do meio de campo, deu espaços para os adversários.

5,0
Washington
Também deu espaços no meio e tentou fazer a ligação ao ataque.

4,5
Rafael Costa
Esteve perdido no meio de campo e foi substituído.

7,0
Wellington Bruno
O mais participativo, armou bem as jogadas e arriscou alguns chutes de fora da área.

7,0
Crislan
Apareceu bem entre os zagueiros, buscou as jogadas e marcou.

6,0
Diego Rosa
Movimentou-se bem e levou perigo em duas jogadas.

5,5
Fernando
Preencheu os espaços no meio de campo e errou alguns passes.

6,0
Rafael Ratão
Deu mobilidade ao ataque e participou bem das jogadas.

6,0
Dimba
Deu assistência para Crislan.

5,0
Narciso
Tentou mexer no time, que melhorou. Porém, não foi o suficiente.

[[GAL:LANPGL20150201_0008]]

EMAIS: 
> São Paulo bate o Penapolense e Luis Fabiano chega a 200 gols pelo clube
> Trocado no intervalo, Kardec prefere enaltecer estreia com o 'pé direito' 
> Fabuloso comemora marca histórica e sonha com mais recordes

SÃO PAULO, por Gabriel Carneiro (gabrielcarneiro@lancenet.com.br)

6,5
Rogério Ceni
Uma defesa difícil no primeiro tempo, mas sem muito trabalho no restante do jogo. Atuação segura, normal.

5,5
Bruno
Tabelou sem eficiência e errou passes demais no campo de ataque. Deu sorte do Penapolense só atacar no fim do jogo.

6,0
Rafael Toloi
Não passa segurança total, mas raramente compromete e por isso é unânime na zaga. Saída precisa ser mais simples.

5,0
Edson Silva
Duas falhas que o Penapolense não aproveitou no primeiro tempo e bastante dificuldade na cobertura. Ele pode mais.

6,0
Carlinhos
Ficou pouco tempo com a bola no pé e não mostrou interesse em criar nada ofensivamente. Atrás, pelo menos, não errou.

6,5
Denilson
Sem Souza, precisou se desdobrar no setor de marcação de meio-campo. Só precisou de atenção, já que o rival pouco fez.

5,5
Maicon
Errou muito mais do que normalmente erra e não chamou o jogo. Ao menos o passe, como no 3º gol, segue calibrado.

6,5
Thiago Mendes
Mostrou dedicação, vontade e muita mobilidade na estreia. Deu arrancada e um belo drible da vaca. Pra lá de promissor.

7,5
Michel Bastos
Um gol de oportunismo e uma assistência perfeita. Pelos lados (qualquer um deles), incomodou e agrediu. O melhor.

4,0
Alan Kardec
Atuação bem abaixo da média. Além de se movimentar pouco para abrir espaço aos alas, não apareceu à frente.

7,0
Luis Fabiano
Tranquilidade para esperar a bola chegar e muita qualidade na conclusão. Jogou simples e foi decisivo, como esperado.

6,0
Cafu
Foi bem melhor que Alan Kardec, mas não mostrou o suficiente para fazer uma estreia convincente no time.

6,0
Alexandre Pato
Como sempre, teve pouco tempo para mostrar serviço a Muricy. Foi importante para marcar a saída de bola do rival.

6,5
Reinaldo
Apesar de ter entrado na fogueira, conseguiu contribuir ofensivamente, ao contrário de Carlinhos, e "ganhou" um gol.

6,0
T: Muricy Ramalho
Apesar da vitória, estratégia (sem Souza e Ganso) deixou o time pouco criativo e móvel. Precisava propor alternativas.