icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/11/2014
00:44

Uma atuação longe do ideal, mas que deixou o Vasco muito perto de voltar para a elite do futebol brasileiro. A vitória por 3 a 1 sobre o Vila Nova, em são Januário, deixa o Gigante da Colina a apenas um ponto da Série A. Destaque para o meia-atacante Maxi Rodríguez, que comandou o meio de campo e foi o grande responsável pela armação das jogadas.

VASCO, por Felippe Rocha (felipperocha@lancenet.com.br)

6,5
Martin Silva
Não teve muito trabalho na partida. Algumas boas defesas e sem culpa no gol do Vila Nova.

7,0
Carlos César
Muito bem no apoio. Criou jogadas de perigo e deu sorte no gol de empate.

6,0
Luan
Apesar do início atrapalhado, não comprometeu. E ainda se recuperou de um mau domínio no início do segundo tempo.

6,5
Rodrigo
Um pouco melhor do que o companheiro. Liderou a defesa após as falhas de marcação na primeira etapa.

5,5
Lorran
Ainda precisa melhorar na marcação, mas tentou avançar pelo seu setor.

4,5
Guiñazú
Exagerou nas faltas. Um árbitro mais enérgico poderia tê-lo expulsado facilmente.

5,5
Fabrício
Mais discreto do que de costume. Esteve perdido no primeiro tempo, mas melhorou a marcação no segundo.

6,5
Douglas
Sozinho na faixa central, correu muito, mas não criou tanto. Se movimentou bem no gol que marcou.

3,0
Rafael Silva
Pouco foi notado na primeira etapa. Quando apareceu, chegou atrasado. Acabou substituído.

7,5
Maxi Rodríguez
Grande atuação do uruguaio. Boas jogadas e movimentação dos dois lados do campo.

3,5
Kléber
Mais uma vez lutou, mas apareceu mais pelas reclamações do que pelas boas jogadas.

7,5
Thalles
Entrou muito bem. Quase fez um golaço e deu passe para o último gol. Pode ser titular no próximo jogo.

7,0
Jhon Cley
Aproveitou bem o espaço no fim do jogo e fez o gol que sacramentou o resultado.

6,5
Edmilson
Apesar de não ter deixado o seu gol, sua movimentação foi bem melhor do que a do Gladiador.

7,0
Técnico: Joel Santana
O time entrou péssimo na marcação, mas dominou a segunda etapa e as alterações surtiram efeito.

VILA NOVA, por Felippe Rocha (felipperocha@lancenet.com.br)

5,0
Cleber Alves
Pareceu assustado em alguns lances.

5,5
Wanderson
Teve dificuldades na marcação pelo seu setor.

4,5
Gustavo
Conseguir parar Kléber. Mas somente Kléber.

3,5
Gabriel
Apelou para a violência.

1,0
Christiano
Seu erro ridículo resultou no empate vascaíno.

4,0
Leonardo
Cercou muito e não achouninguém na marcação.

5,0
Léo Rodrigues
Irregular no trabalho de marcação.

5,0
Radamés
Teve liberdade, mas não conseguiu chegar bem no ataque.

6,0
Nenê Bonilha
Alternou bons e maus momentos. Mas não conseguiu servir bem os atacantes.

6,5
Dimba
Deu sorte no lance do gol, mas mostrou velocidade e incomodou os zagueiros vascaínos em outras jogadas.

4,0
Paulinho
Pouco apareceu no jogo.

4,0
Felipe Macena
Entrou para controlar o jogo, mas não conseguiu.

3,0
Lucas Sotero
Outro que não viu a cor da bola.

2,0
Gustavinho
Tentou, em vão, impor velocidade.

5,0 Técnico: Wladimir
Araújo Seu time piorou com as alterações.