icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/11/2014
23:42

O Flamengo goleou o Vitória neste sábado, mas tudo teve que correr bem lá atrás para que a vitória fosse tranquila. Que o diga Paulo Victor, goleiro do time carioca, que teve grande atuação. Mereceu nota 7, a maior do Mengão, ao lado da obtida por Everton.

FLAMENGO

Paulo Victor - 7,0
Mais uma vez mostrou o quanto foi fundamental na recuperação do time. Seguro e ótimas defesas.

Léo Moura - 3,5
Já fez muito pelo Fla, mas não tem mais condições de jogar de lateral, não aguenta o pique. Tem que rever as suas  ideias.

Marcelo - 4,5
Embora jogando com raça, mostrou-se perdido em algumas jogadas e deixou espaços para Dinei levar perigo.

Wallace - 5,0
Fez o feijão com arroz para não complicar. Pelo menos, comemorou os 100 jogos pelo Flamengo com goleada.

João Paulo - 6,0
Um primeiro tempo tímido, preso à marcação. No segundo, subiu de produção e cruzou perfeito para gol de Elton.

Cáceres - É o pulmão deste time e não desistiu de nenhuma jogada. Firme na marcação, não deixou Marcinho jogar direito.

Márcio Araújo - 5,5
Desta vez, esteve mais firme na marcação, sem errar muitos passes. Ainda fez boa jogada no primeiro tempo.

Canteros - 6,5
Dita o ritmo do time. Sabe prender a bola na área certa para acalmar os companheiros e ajudou Everton na criação.

Everton - 7,0
É o cara que cria as melhores jogadas neste time do Flamengo. Mostrou velocidade com a bola nos pés e marcou dois gols.
 
Elton - 6,5
Participativo no jogo, cruzou a bola para o gol de Everton. Perdeu chances claras, mas marcou um belo gol de cabeça.

Nixon - 6,5
Se movimentou bem pelos lados do campo, serviu como válvula de escape nos contra-ataques e deixou sua marca.

Anderson Pico - 5,5
Mesmo sem estar acostumado à lateral direita, protegeu bem mais o setor que Léo Moura e ainda foi ao ataque.

Mugni
Entrou para melhorar a criação e abrir mais o time. Foi o que aconteceu e o Fla chegou ao segundo gol.

Erazo - 5,0
Entrou já com o Flamengo em ampla vantagem e o Vitória já desnorteado, o que facilitou a sua atuação.

Técnico: Vanderlei Luxemburgo - 6,5
Explorou bem o desespero do Vitória e colocou o Fla para jogar no contra-ataque, quando matou o jogo no gol de Elton.



VITÓRIA

Gatito Fernández - 5,5
Apesar dos quatro gols sofridos, evitou maior vexame.

Nino Paraíba - sem nota
Saiu ainda no início do primeiro tempo por contusão.

Ednei - 3,5
Facilmente envolvido pelo ataque do Flamengo.

Kadu - 3,0
Ficou ainda mais perdido que o companheiro.

Richarlyson - 3,0
Várias chances de ataque do Flamengo foram nas suas costas, e pouco produziu na frente.  

Neto Coruja - 4,5
Não foi capaz de segurar o ímpeto de Everton.

José Welison - 4,0
Passou para a lateral direita ainda no primeiro tempo e ficou meio sem noção do que fazer.

Cáceres - 4,5
Único a marcar forte.

Marcinho -
Deveria criar as jogadas de ataque, mas pouco produziu.

Escudero - 4,0
Era quem mais criava no Vitória, mas perdeu o controle e foi expulso.

Dinei - 5,0
Deu trabalho à zaga do Fla.

William - 5,0
Henrique Criou algumas jogadas no meio.

Marcos Júnio - 5,5
Em pouco tempo levou mais perigo que Marcinho.

Mansur - 4,5
Entrou e nada fez.

Técnico: Ney Franco - 3,5
O Vitória até criou boas chances no primeiro tempo, mas se descontrolou no segundo.