icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/12/2013
11:52

Os shows da banda One Direction, marcados para os dias 10 e 11 de maio de 2014, não acontecerão mais no Allianz Parque, estádio palmeirense, e foram transferidos para o Morumbi. Em meio à disputa entre Verdão e WTorre, que pode parar na corte de arbitragem, a Times For Fun, realizadora das apresentações, informou em sua página no Facebook que a decisão foi tomada "em função da abertura e funcionamento da arena do Palmeiras não estarem definidas".

A previsão era de que a reforma no Palestra Itália fosse completada em abril, mas clube e construtora passaram a discutir pontos divergentes no contrato que valerá por 30 anos, especialmente a divisão do número de cadeiras para cada um - o Palmeiras considera que tem direito a cerca de 35 mil e a WTorre, 10 mil cadeiras especiais. A construtora, por sua vez, alega que pode comercializar todas as cadeiras do estádio. O documento assinado por eles tem uma cláusula confusa sobre o assunto.

Dentro da própria WTorre, não havia a confirmação de que o show seria no Allianz Parque, por conta do atraso nas obras. De acordo com o que o LANCE!Net apurou, havia conversas com membros da Times For Fun, para avisar que a construtora não poderia garantir ainda o estádio pronto para esta data - como não tinha sido assinado um documento garantido a realização do evento no estádio, este agora ocorrerá no estádio do Morumbi, nas mesmas datas. A previsão é de que a nova arena palmeirense, que deverá ter cerca de 43.700 lugares, fique pronta no primeiro semestre de 2014.

Cerca de 70% do estádio já foi concluído. Mas no dia 22 de outubro, o presidente da construtora, Walter Torre, declarou ao LANCE!Net que a diretoria do clube estava mentindo em relação ao impasse das cadeiras, e que iria mandar o ritmo das obras diminuir por conta disto - a WTorre, porém, alega que aumentou a velocidade dos trabalhos para terminar a arena o quanto antes. Como resposta, o presidente palmeirense, Paulo Nobre, convocou uma entrevista em que considerou "lamentavéis e infelizes" as declarações do "parceiro". O Alviverde ainda quer definir o preço dos ingressos em seus jogos - toda a renda da bilheteria será do clube.

Diante da falta de acerto entre as duas partes, a WTorre decidiu pedir a mediação do caso para evitar a ida à corte arbitral. Já ocorreram reuniões entre os mediadores, mas ainda não conseguiu se chegar a um consenso. Com isto, crescem as chances de a disputa ir para a arbitragem, algo que as partes ainda tentam evitar. Este último parecer tem peso de sentença judicial, é definitivo e irrevogável. A esperança é de que ocorra uma definição ainda neste ano.