icons.title signature.placeholder Frederico Ribeiro
icons.title signature.placeholder Frederico Ribeiro
02/07/2013
13:13

Há um alerta na cidade de Rosário aos turistas brasileiros que vieram para o jogo do Atlético-MG contra o Newell's Old Boys: há muito assalto e batedores de carteira no centro da cidade. Mas o clima é de pura harmonia entre os torcedores do Rosário Central e os torcedores atleticanos.

Um senhor já com nível etílico elevado parou um grupo de quatro atleticanos e começou a conversar sobre a partida.

- Mineiro va a destruir los Leprosos - gritava.

Outro torcedor que apoiava bastante foi um argentino que diz adorar o Brasil e torcer pelo Palmeiras, mas dedicará seu tempo a visitar a delegação do Galo no Hotel Ros Tower, quando Cuca e Jô atenderão a imprensa.

Gustavo Mojano ficou empolgado de descobrir que andava lado a lado com jornalistas do Brasil. Entusiasmado, colocou um amigo argentino e torcedor do Corinthians para entoarem mais gritos de Mineiro e Central como incentivo.

Torcedor do Newell's com confraternização fria

Na conversa entre o primeiro grupo de atleticanos e o torcedor do Central, um fã do Newell's, com cara de poucos amigos, desejou sorte para o Galo e até arriscou tirar fotos com eles. Mas preferiu dizer que, em Rosário, quem manda é o time da casa. Principalmente, na 'cancha de El Coloso'.

Há um alerta na cidade de Rosário aos turistas brasileiros que vieram para o jogo do Atlético-MG contra o Newell's Old Boys: há muito assalto e batedores de carteira no centro da cidade. Mas o clima é de pura harmonia entre os torcedores do Rosário Central e os torcedores atleticanos.

Um senhor já com nível etílico elevado parou um grupo de quatro atleticanos e começou a conversar sobre a partida.

- Mineiro va a destruir los Leprosos - gritava.

Outro torcedor que apoiava bastante foi um argentino que diz adorar o Brasil e torcer pelo Palmeiras, mas dedicará seu tempo a visitar a delegação do Galo no Hotel Ros Tower, quando Cuca e Jô atenderão a imprensa.

Gustavo Mojano ficou empolgado de descobrir que andava lado a lado com jornalistas do Brasil. Entusiasmado, colocou um amigo argentino e torcedor do Corinthians para entoarem mais gritos de Mineiro e Central como incentivo.

Torcedor do Newell's com confraternização fria

Na conversa entre o primeiro grupo de atleticanos e o torcedor do Central, um fã do Newell's, com cara de poucos amigos, desejou sorte para o Galo e até arriscou tirar fotos com eles. Mas preferiu dizer que, em Rosário, quem manda é o time da casa. Principalmente, na 'cancha de El Coloso'.