icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/07/2013
21:22

Em jogo muito movimentado no Canindé, o Atlético-PR venceu, de virada, a Portuguesa, por 3 a 2, na noite deste sábado, em duelo válido pela nona rodada do Capmpeonato Brasileiro e deixou, momentaneamente, a zona de rebaixamento da competição. O placar foi construído com gols de Manoel, Dellattorre e Léo para o Furacão, enquanto que Moisés Moura e Gilberto, de pênalti, marcaram para a Lusa, que segue na penúltima posição.

Em homenagem ao ex-lateral-direito Djalma Santos, que faleceu na última terça-feira, os jogadores da Lusa usaram o nome do grande ídolo do clube estampado em suas camisas.

A Portuguesa volta a atuar no Brasileirão na próxima quarta, quando receberá o Criciúma, novamente no Canindé, a partir das 19h30. Já o Atlético, no mesmo dia e horário, visita o Atlético-MG, na Arena Independência.

Com os dois times em situação desconfortável na tabela, o jogo começou muito movimentado e disputado, e a rede não demorou a balançar: aos sete minutos, o zagueiro Manoel abriu o placar para o Furacão.  Porém, a Lusa mostrou que também tem zagueiro que sabe fazer gol: aos 11, Moisés Moura deixou tudo igual. Dez minutos depois, Bruno foi derrubado na área. Gilberto bateu com categoria e deixou a Portuguesa na frente.

Na volta do intervalo, Souza fez uma falta por trás em Léo e acabou expulso por conta do segundo cartão amarelo. Com um homem a mais, o Furacão passou a dominar a partida. Aos 18 minutos, Dellatorre deixou tudo igual para o Atlético, que aumentou a pressão já exercida. De tanto buscar, a equipe paranaense foi contemplada com um gol aos 46: Léo arriscou de fora da área e encobriu o goleiro Lauro, marcando um golaço.

FICHA TÉCNICA
PORTUGUESA 2 X 3 ATLÉTICO-PR

Local: Canindé, em São Paulo (SP)
Data/Hora: 27/7/2013 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Fabrício Neves Corrêa (RS)
Auxiliares: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Neuza Inês Back (SC)
Público/Renda: Não divulgados
Cartões Amarelos: Souza e Rogério (POR); Manoel e Luiz Alberto (ATL)
Cartões Vermelhos: Souza (POR)

GOLS: Manoel, 7'/1ºT (1-0); Moisés Moura, 11'/1ºT (1-1); Gilberto, 21'/1ºT (2-1); Dellatorre, 18'/1ºT (2-2); Léo, 46'/2°T (2-3)

PORTUGUESA: Lauro, Correa, Moisés Moura, Valdomiro e Rogério; Ferdinando, Bruno Henrique, Souza e Cañete (Matheus, 17'/1ºT); Gilberto e Bruno (Neílson, 29'/2°T) – Técnico: Edson Pimenta.

ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Juninho (Elias, Intervalo), Zezinho, Bruno Silva e Paulo Baier (Jonas, 49'/2ºT); Marcelo e Ederson (Dellatorre, 18'/2ºT) – Técnico: Vagner Mancini.

Em jogo muito movimentado no Canindé, o Atlético-PR venceu, de virada, a Portuguesa, por 3 a 2, na noite deste sábado, em duelo válido pela nona rodada do Capmpeonato Brasileiro e deixou, momentaneamente, a zona de rebaixamento da competição. O placar foi construído com gols de Manoel, Dellattorre e Léo para o Furacão, enquanto que Moisés Moura e Gilberto, de pênalti, marcaram para a Lusa, que segue na penúltima posição.

Em homenagem ao ex-lateral-direito Djalma Santos, que faleceu na última terça-feira, os jogadores da Lusa usaram o nome do grande ídolo do clube estampado em suas camisas.

A Portuguesa volta a atuar no Brasileirão na próxima quarta, quando receberá o Criciúma, novamente no Canindé, a partir das 19h30. Já o Atlético, no mesmo dia e horário, visita o Atlético-MG, na Arena Independência.

Com os dois times em situação desconfortável na tabela, o jogo começou muito movimentado e disputado, e a rede não demorou a balançar: aos sete minutos, o zagueiro Manoel abriu o placar para o Furacão.  Porém, a Lusa mostrou que também tem zagueiro que sabe fazer gol: aos 11, Moisés Moura deixou tudo igual. Dez minutos depois, Bruno foi derrubado na área. Gilberto bateu com categoria e deixou a Portuguesa na frente.

Na volta do intervalo, Souza fez uma falta por trás em Léo e acabou expulso por conta do segundo cartão amarelo. Com um homem a mais, o Furacão passou a dominar a partida. Aos 18 minutos, Dellatorre deixou tudo igual para o Atlético, que aumentou a pressão já exercida. De tanto buscar, a equipe paranaense foi contemplada com um gol aos 46: Léo arriscou de fora da área e encobriu o goleiro Lauro, marcando um golaço.

FICHA TÉCNICA
PORTUGUESA 2 X 3 ATLÉTICO-PR

Local: Canindé, em São Paulo (SP)
Data/Hora: 27/7/2013 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Fabrício Neves Corrêa (RS)
Auxiliares: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Neuza Inês Back (SC)
Público/Renda: Não divulgados
Cartões Amarelos: Souza e Rogério (POR); Manoel e Luiz Alberto (ATL)
Cartões Vermelhos: Souza (POR)

GOLS: Manoel, 7'/1ºT (1-0); Moisés Moura, 11'/1ºT (1-1); Gilberto, 21'/1ºT (2-1); Dellatorre, 18'/1ºT (2-2); Léo, 46'/2°T (2-3)

PORTUGUESA: Lauro, Correa, Moisés Moura, Valdomiro e Rogério; Ferdinando, Bruno Henrique, Souza e Cañete (Matheus, 17'/1ºT); Gilberto e Bruno (Neílson, 29'/2°T) – Técnico: Edson Pimenta.

ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Juninho (Elias, Intervalo), Zezinho, Bruno Silva e Paulo Baier (Jonas, 49'/2ºT); Marcelo e Ederson (Dellatorre, 18'/2ºT) – Técnico: Vagner Mancini.