icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/07/2014
00:02

Finalistas da Copa Conmebol de 1997, Lanús e Atlético-MG voltaram a se encontrar 17 anos depois em outra final continental, desta vez pela Recopa Sul-Americana. Apenas três dias após o fim da Copa do Mundo, as equipes entraram em campo nesta quarta-feira na grande Buenos Aires e fizeram um jogo bastante equilibrado que terminou com a vitória atleticana por 1 a 0. Com gol de Diego Tardelli, o seu 99º pelo Galo, o clube mineiro leva vantagem para o jogo da volta.

Com o resultado, o Galo precisa de apenas um empate para levantar a taça no jogo de volta, no Mineirão, no próximo dia 23.

A partida começou equilibrada, com boas chances para os dois lados. O time da casa assustava com as constantes mexidas de Benítez e Melano, se movimentando constantemente, enquanto o Atlético-MG respondia com as descidas rápidas pelas laterais, principalmente pelo lado direito.

O sistema defensivo do Galo se mostrou atento às jogadas de ataque dos argentinos, que apostaram bastante em lançamentos, mas foram pegos mais de uma vez em impedimento. Ligeiramente melhor, os mineiros seguiram a proposta de jogo imposta por Levir Culpi. Sem ameaçar demais o gol adversário, o Atlético-MG não se expôs, deixando o Lanús descer em busca do ataque e buscando contra-atacar com a velocidade de Maicosuel e Tardelli, mas sem passar por grandes sustos.

GUILHERME SAI DO BANCO PARA AJUDAR NA VITÓRIA

Para o segundo tempo, Levir Culpi foi ousado. Já no intervalo, sacou Ronaldinho Gaúcho e André para promover as entradas de Guilherme e Jô. Em cinco minutos, os substitutos deram uma nova cara ao Atlético, como no lance em que Jô recebeu de Guilherme dentro da área e finalizou por cima. Aos 13, Marchesín espalmou a finalização de Jô e Guilherme desperdiçou a chance de inaugurar o marcador, batendo para fora.

Melhor em campo, o Atlético-MG demorou 20 minutos para sair na frente. Em saída rápida de lateral, Jô escorou para Guilherme, que ajeitou para Tardelli finalizar de esquerda e marcar o primeiro do Galo e seu 99º gol com a camisa alvinegra.

A vantagem do Galo só seria maior não fosse as chances desperdiçadas por Jô. Em pouco mais de meia hora do segundo tempo, Guilherme colocou o companheiro por quatro vezes em chances de marcar. Em outro lance, Emerson Conceição cruzou bem e o camisa 7 cabeceou no meio do gol para a defesa no susto do goleiro Marchesín.

Nos minutos finais de partida, o Lanús ainda tentou seus últimos suspiros, mas esbarrou na boa atuação de Victor, novamente de volta ao gol atleticano e seguro sempre que foi requisitado. Com a vitória simples, mas importantíssima fora de casa, o Atlético-MG dá um grande passo para conquistar a Recopa Sul-Americana na próxima quarta-feira, em Belo Horizonte.

FICHA TÉCNICA
LANÚS 0 x 1 ATLÉTICO-MG

Local: La Fortaleza, Buenos Aires (ARG)
Data/Hora: 16/7/2014, às 22h
Árbitro: Antonio Arias (Par)
Auxiliares: Carlos Cáceres (Par) e Dario Gaona (Par)
Público/Renda: Não divulgados.

GOLS: Diego Tardelli, 20'/2ºT (0-1)

Cartões amarelos: Benítez, Gomez, Velázquez (LAN), Emerson Conceição, Pierre, Guilherme e Jemerson (CAM)
Cartão vermelho: Não houve.

Lanús: Marchesín, Araujo, Gómez, Braghieri e Velázquez; González, Somoza e Ayala (Ortíz - 19'/2ºT); Melano (Acosta - 11'/2ºT), Silva e Benítez (Silva - 32'/2ºT). Técnico: Guillermo Barros Schelotto.

Atlético-MG: Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Emerson Conceição; Pierre e Leandro Donizete; Maicosuel, Ronaldinho (Guilherme - Intervalo) e Diego Tardelli; André (Jô - Intervalo). Técnico: Levir Culpi.