icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
icons.title signature.placeholder Igor Siqueira
26/07/2013
11:17

O Atlético-PR já está pensando no Estadual de 2014. Mas a competição em questão é o Campeonato Carioca. A diretoria do clube já iniciou conversas com o Duque de Caxias para enviar jogadores no começo da próxima temporada.

O elenco enviado do Paraná para a Baixada Fluminense seria formado por jogadores emprestados do time sub-23 do Furacão, que neste ano disputou o Paranaense, cujos salários seriam bancados pelo Atlético.

- Existe mesmo essa conversa. Seria um reforço e uma rodagem que daríamos ao time sub-23. Temos a cultura da inovação. Criamos essa categoria e temos que buscar alternativas para ela - revelou ao LANCE!Net o presidente atleticano, Mario Celso Petraglia, ressaltando que o projeto ainda está em fase embrionária:

- Não existe nada fechado ainda. Estamos vendo outras alternativas no estado de São Paulo e também aqui no Paraná.

Por enquanto, o estágio da negociação está parado para que o Duque de Caxias consiga melhorias estruturais para abrigar os jogadores do Furacão.

- Não vamos tirar eles de lá para fazê-los dormir em barracas - ressaltou o presidente do Tricolor da Baixada, Luiz Carlos Arêas, animado com a possibilidade:

- Não vejo motivo para não fazer essa parceria. Já fizemos isso com o Vasco, no começo da história do clube, e por que não com o Atlético-PR?

O Atlético-PR já está pensando no Estadual de 2014. Mas a competição em questão é o Campeonato Carioca. A diretoria do clube já iniciou conversas com o Duque de Caxias para enviar jogadores no começo da próxima temporada.

O elenco enviado do Paraná para a Baixada Fluminense seria formado por jogadores emprestados do time sub-23 do Furacão, que neste ano disputou o Paranaense, cujos salários seriam bancados pelo Atlético.

- Existe mesmo essa conversa. Seria um reforço e uma rodagem que daríamos ao time sub-23. Temos a cultura da inovação. Criamos essa categoria e temos que buscar alternativas para ela - revelou ao LANCE!Net o presidente atleticano, Mario Celso Petraglia, ressaltando que o projeto ainda está em fase embrionária:

- Não existe nada fechado ainda. Estamos vendo outras alternativas no estado de São Paulo e também aqui no Paraná.

Por enquanto, o estágio da negociação está parado para que o Duque de Caxias consiga melhorias estruturais para abrigar os jogadores do Furacão.

- Não vamos tirar eles de lá para fazê-los dormir em barracas - ressaltou o presidente do Tricolor da Baixada, Luiz Carlos Arêas, animado com a possibilidade:

- Não vejo motivo para não fazer essa parceria. Já fizemos isso com o Vasco, no começo da história do clube, e por que não com o Atlético-PR?