icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/11/2013
18:40

Enquanto o Atlético de Madrid já está tranquilo no Grupo G da Liga dos Campeões, pois já garantiu a liderança da chave, Zenit e Porto disputam pela segunda vaga. Os russos enfrentam o Colchonero e tem dois motivos de alegria. O primeiro é o fato de não ter do outro lado estrelas como Arda Turan, Diego Costa e David Villa. Além do frio que pode ser até negativo. O Dragão, que tem um ponto a menos que os russos, recebem o Austria Viena.

O técnico do Zenit, o italiano Luciano Spalletti, não gostou de ver do outro lado uma equipe com alguns reservas. Não por achar que há um menosprezo, mas por acreditar que sua equipe pode acreditar que a partida será fácil.

- Isso é ruim. Nós também temos algumas baixas importantes para este jogo. E existe o perigo de os garotos acharem que a partida será mais tranquila - disse o técnico do Zenit em entrevista coletiva.

Em Portugal, o técnico Paulo Fonseca prefere manter a cabeça por lá mesmo, e não pensar no que pode acontecer na Rússia. Para o treinador do Porto, o fundamental é sua equipe fazer o seu papel no Estádio do Dragão, contra o Austria Viena.

- Não vale a pena pensar muito no jogo do Atlético. Temos que focar neste jogo que vamos fazer e que temos de ganhar. É isso que importa - disse Fonseca, minimizando o fato de o Atlético de Madrid entrar com alguns reservas:

- Não acredito que seja uma situação que influencie, até pelo valor do plantel do Atlético. Eles vão jogar na Rússia com claro intuito de vencer. Mas volto a dizer, o importante é vencermos o nosso jogo.

Na última rodada, o Porto visita o Atlético de Madrid, enquanto o Austria Viena recebe o Zenit.