icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/03/2014
18:10



O time reserva do Atlético fez uma boa partida neste domingo, no Independência. Com o garoto Marion fazendo a diferença, o time de Paulo Autuori venceu por 3 a 0 o Boa Esporte, encerrando a primeira fase do Mineiro com 23 pontos e em segundo lugar. Marion fez dois gols e deu uma excelente assistência para Carlos fechar o placar.

Apesar da derrota, o Boa Esporte foi beneficiado pela derrota do Tupi para o Guarani (2 a 1) e terminou em quarto lugar, garantindo a vaga nas semifinais. O Atlético-MG terá o América como rival nas semifinais. O Boa, que terminou em quarto e se sagrou campeão do interior, enfrentará o Cruzeiro.

O JOGO

O Atlético, com um esquema ofensivo e três homens na frente, começou buscando o jogo e conseguindo uma grande chance aos sete minutos, quando Neto Berola recebeu livre pela direita e tocou por cobertura, pegando Emerson adiantado. A bola bateu na trave. Na sobra, o goleiro se recuperou e evitou a conclusão do ataque do Galo, evitando gol certo. Só que o esforço foi demais para o goleirão do Boa, que teve de ser substituído pelo reserva Jonatas porque no choque com Marion ele sentiu a coxa direita.

O jogo atleticano era pela direita, com Berola e os avanços de Michel. Foram dias construções perigosas pelo setor, já que Marinho Donizete não tinha velocidade para vencer os rivais e a cobertura dos volantes estava falha tanto para os laterais, quanto para os zagueiros.

E foi um vacilo na meio, dos volantes do Boa, que saiu o primeiro gol atleticano. aos 23 minutos. Rosinei, descendo pelo meio, tocou para Marion que entrou na área pela esquerda e bateu rasteiro na saída de Jonatas, aos 23 minutos.

LEIA MAIS:
> Alex é levado ao hospital após pancada e faz tomografia
> Vitória do Atlético no Horto rende elogios de Autuori

GALERIA DE FOTOS:
> Confira as imagens da vitória do Galo no Horto

 

Os buracos na defesa permaneciam e aos 37 minutos, um lançamento da intermediária encontrou novamente Marion desmarcado, na cara de Jonatas. Ele apenas teve o trabalho de encobrir o desesperado Jonatas. Galo 2 a 0.

O Boa só foi assustar nos minutos finais, quando o Atlético diminuiu o ritmo e o time visitante só não marcou porque Giovanni fez uma excelente defesa à queima-roupa no último lance do primeiro tempo.

O time de Varginha voltou para o intervalo com uma alteração (saiu o zagueiro Thiago Carvalho e entrou Wandinho). Mas a maior mudança foi do Galo, que voltou bem mais sonolento, deixando o rival equilibrar a partida e ter boas chances. Aos 12 minutos, Moisés Ribeiro chutou uma falta que raspou a trave de Giovanni. Aos 13, Alexandre invadiu pela esquerda e perdeu chance de ouro. Tinha mais: o time visitante passou a explorar chutes de fora da área. Duas vezes Marcel assustou o goleiro atleticano.


 Galo terá pela frente o América-MG na semi do Mineiro (Foto: Ramon Bitencourt/ LANCE!Press)

O Boa tinha maior volume. Mas o Galo tinha a garotada para decidir. Principalmente Marion. Aos 24, ele recebeu pela esquerda, viu Carlos livre na marca do pênalti e tocou para o companheiro fazer 3 a 0.

O Galo chegava bem. André deu uma puxada na bola, na ponta direita, e quase fez um golaço sem querer, com a bola batendo na trave.  Carlos quase fez seu segundo gol no jogo. No fim, a jogada mais relevante foi uma jogada na qual Wandinho entrou com o pé no alto, acertou a cabeça do lateral-esquerdo Alex Silva (que chegou a apagar, recobrou os sentidos e precisou sair de campo na maca) e foi expulso.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 3 X 0 BOA

Estádio: Independência, Belo Horioznte (MG)
Data/hora: 16/3/2014 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Wanderson Alves de Souza (CBF/FMF)
Auxiliares: Luiz Antônio Barbosa e  Breno Rodrigues (FMF)
Renda/Público: Não disponíveis
Cartões amarelos: Alexandre e Malaquias, Moisés Ribeiro (BOA); Rosinei, Alex Silva e Leandro Donizete (ATL)
Cartões vermelhos: Wandinho, 45' 2ºT

GOLS: Marion, 23' 1ºT (1-0); Marion, 37' 1ºT (2-0); Carlos, 24' 2ºT (3-0)

ATLÉTICO-MG: Giovanni ; Michel, Jemerson, Edcarlos e Alex Silva; Rosinei (Claudinei - 18'/2º), Leandro Donizete (Eduardo, 32' 2ºT) e Marion (Dodô, 40' 2ºT); Neto Berola, Carlos e André. Técnico: Paulo Autuori

BOA ESPORTE:  Emerson (Jonatas - 11'/1º); Edmar, Thiago Carvalho (Wandinho - Intervalo), Neylor e Marinho Donizete; Matheus, Moisés, Felipinho e Malaquias (Francismar, 28' 2ºT); Alexandre e Moisés Ribeiro. Técnico: Nei da Matta