icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/07/2014
20:29

Na volta ao Independência, onde não atuava desde 11 de maio, quando venceu o Cruzeiro, o Atlético-MG apenas empatou com o Bahia, por 1 a 1. O zagueiro Titi marcou o gol para a equipe visitante, enquanto Luan, que não jogava desde o Mundial de Clubes do ano passado, anotou para os donos da casa na noite deste sábado.

Com o resultado na partida válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Alvinegro chega a 15 pontos e se mantém na 11ª colocação. O Tricolor também permanece na mesma posição – 16ª – com apenas nove pontos. Os dois times podem perder posições até o fim da rodada. O Galo volta a campo pelo Brasileiro contra o Sport, no próximo domingo, fora de casa. Já o time baiano recebe o Inter, no sábado.

PRIMEIRO TEMPO

Sem Ronaldinho Gaúcho e Diego Tardelli, poupados para a decisão da Recopa, contra o Lanús, na próxima quarta, o Galo, durante todo o confronto deste sábado, não conseguiu impor o ritmo de jogo. Os erros de passe – 44 no decorrer dos 90 minutos – impediram que o mandante chegasse com mais frequência ao gol defendido por Marcelo Lomba.

O trio responsável por pensar o jogo no time da casa, Maicosuel, Dátolo e Guilherme, se distanciou de Jô, o único atacante, e pouco acrescentou na etapa inicial. O solitário centroavante teve dificuldades e apenas brigou com os zagueiros pelas bolas alçadas na área.

As poucas oportunidades do Atlético também ocorreram em função da boa marcação do visitante. Os comandados de Marquinhos Santos se fecharam e saíram nos contragolpes, mas cometeram muitos erros nas conclusões das jogadas.

Bastou um lance correto de Léo Gago e Rhayner para o Tricolor de Salvador abrir o placar. Após receber passe de Gago, o atacante velocista encontrou Titi na área adversária. O zagueiro cabeceou para o fundo da meta de Victor. Após o gol, a primeira etapa se manteve sem chances das duas equipes.

SEGUNDO TEMPO

Na volta do intervalo, as mudanças de Levir Culpi deram ao Atlético mais confiança e velocidade. Pedro Botelho e Luan entraram nas vagas de Alex Silva e Maicosuel. E o visitante, em vantagem no marcador, acabou se recuando perante o domínio do rival.

A criação de jogadas melhorou consideravelmente. Guilherme e Dátolo, alicerçados pelas subidas do volante Eduardo, tiveram mais espaços para armar. O trio, inclusive, foi responsável por iniciar o lance que culminou no gol de Luan, que não jogava desde dezembro do ano anterior, no Mundial de Clubes.

O gol deu mais confiança ao time de Belo Horizonte, que seguiu dominando as ações. A dificuldade para furar o bloqueio do adversário, entretanto, inibiu a possibilidade de chegar à virada no placar.

O Bahia, ainda fechado, teve novas oportunidades em lances de velocidade pelos flancos do campo. O time de Salvador, contudo, parou nas boas defesas de Victor e nos erros de pontaria.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 1 X 1 BAHIA

Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data-hora: 19/07/2014 – às 18h30
Árbitro: Vinícius Furlan (SP)
Assistentes: Carlos Augusto Nogueira Júnior (SP) e Vicente Romano Neto (SP)

Gols: Titi, aos 24’/1ºT (0-1); Luan, aos 20’/2ºT (1-1)

Cartões amarelos: Marcos Rocha, Guilherme, Jemerson (CAM); Léo Gago, Demerson, Henrique, Titi (BAH)
Cartões vermelhos: nenhum

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Alex Silva (Pedro Botelho – Intervalo); Josué, Eduardo, Maicosuel (Luan – Intervalo), Guilherme e Dátolo (Marion – 34’/2ºT); Jô. Técnico: Levir Culpi.

BAHIA: Marcelo Lomba; Diego Macedo, Demerson (Adailton – 4’/2ºT), Titi e Guilherme Santos; Fahel, Uelliton, Léo Gago e Emanuel Biancucchi (Branquinho – 34’/2ºT); Henrique (William Barbio – 18’/2ºT) e Rhayner. Técnico: Marquinhos Santos.