icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/04/2014
18:43

Na tarde desse domingo o torcedor Goiano lotou o estádio Serra Dourada para a final do estadual. Em jogo de baixo nível técnico e com muita emoção, o Atlético-GO se tornou campeão graças ao gol de Lino aos quarenta e oito do segundo tempo.

Com o um a zero no placar a torcida do Dragão foi a loucura com a taça, enquanto o torcedor esmeraldino foi para casa decepcionado por perder o título no último minuto. Foi a sétima vez em nove anos que Goiás e Atlético-GO fizeram a final do estadual.

Precisando de um simples empate para ser campeão o técnico Claudinei Oliveira mandou a campo o que tinha de melhor no elenco. O volante Thiago Mendes, destaque na temporada, se recuperou a tempo e entrou em campo para a grande final.

Na chegada ao Serra, membros da delegação rubro-negra afirmaram que o ônibus do Atlético-GO foi apedrejado no trajeto para o estádio.

Como cada time escalou três volantes, a disputa no meio campo marcou o começo do jogo. Sem muito espaço para criação os primeiros quinze minutos foi de pura transpiração e nenhuma chance criada.

A primeira chance clara foi do Dragão, em boa jogada, Jorginho fez o cruzamento e Júnior Viçosa quase marcou para o Atlético.
Na jogada seguinte Araújo saiu na cara do gol, mas foi marcado o impedimento do atacante do Goiás.

As torcidas faziam uma festa linda na arquibancada enquanto o jogo continuava morno. Tudo caminhava para ser o oitavo empate entre os dois times em dez jogos. O grande número de faltas também atrapalhava o desenrolar da partida.

Aos quarenta minutos uma jogada bizarra mostrou um pouco do que era o jogo. Em boa jogada do Jorginho, o meio campo do Dragão cruzou bem, mas Junior Viçosa e Juninho furaram feio. A sobra ainda ficou para Fábio Lima que isolou na arquibancada. Foi essa a melhor chance do Atlético-GO.

O segundo tempo começou melhor. Em alta velocidade o time esmeraldino foi pra cima do Dragão. Após escanteio do Goiás o zagueiro Artur colocou a mão na bola dentro da área e o juiz marcou o pênalti. Araújo bateu muito mal, o goleiro rubro-negro caiu certo e pegou o pênalti.

Logo após a chance desperdiçada pelo Goiás, o Dragão chegou com perigo duas vezes. Na segunda oportunidade o atacante Juninho marcou para o Atlético, mas em lance polêmico o árbitro marcou o impedimento.

Precisando da vitória para ser campeão o Dragão aumentou a velocidade nas jogadas. Enquanto isso o time esmeraldino se fechava na defesa, com a certeza de que o empate lhe dava o tri-campeonato.

Enquanto a torcida do Goiás já comemorava o título, o torcedor do Atlético-GO começava a deixar o estádio. Porém, o futebol sempre surpreende aqueles que acreditam sempre. No último lance do jogo, um escanteio para o Atlético-GO com o goleiro Márcio já na área adversária, o zagueiro Lino subiu mais alto que todos e estufou a rede para delírio da massa. Rubro-Negros comemoram emocionados, enquanto Esmeraldinos não acreditam na perda do título.

O Atlético-GO é merecidamente o campeão Goiano de 2014.