icons.title signature.placeholder Craque do Futuro
05/11/2013
18:02

O clube paranaense havia sido denunciado por conta de uma pedra arremessada por sua torcida em direção ao bandeirinha, na partida contra o Goiás, pela 30ª rodada do Brasileiro, com base no artigo 213, inciso III do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. A denúncia responsabilizava o Atlético por "deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento desportivo."

Em declaração ao site oficial do clube o advogado atleticano, Domingos Moro agradeceu o apoio do Atlético em sua própria defesa.

- Mais uma vez eu gostaria de agradecer ao Clube Atlético Paranaense pelo apoio que está dando para que o trabalho seja feito da melhor maneira possível. - declarou Moro.

Domingos Moro também foi responsável pela conquista do efeito suspensivo da perda dos mandos de campo contra o Internacional, São Paulo e Náutico. A partida contra o colorado gaúcho já foi disputada na Vila Capanema, mesmo local onde deve ser realizado o jogo frente ao Tricolor paulista e ao Timbu.

Com a absolvição, decidida de forma unânime, o Atlético Paranaense não perde nenhum mando de campo para o restante do Campeonato Brasileiro.