icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
20/11/2014
11:22

Além de um grande clássico nacional, a partida contra o Flamengo serviu como preparação dos jogadores do Galo para a grande final da Copa do Brasil, marcada para a próxima quarta-feira, diante do Cruzeiro, no Mineirão. Os 4 a 0 aplicados na equipe carioca foram bastante valorizados pelos jogadores, principalmente para colocarem o ritmo de jogo em dia e aumentarem a confiança e concentração para a próxima semana.

- Foi um bom jogo, como a gente estava querendo, dando tudo dentro de campo. Vitória com autoridade, porque nós fizemos por merecer. Muito importante vencer. Jogamos bem no jogo passado e não saímos com a vitória. Queríamos vencer para voltar ao G-4 e evoluir bem até o jogo de quarta-feira - falou o capitão Leonardo Silva. Caso o Grêmio vença o Cruzeiro nesta quinta-feira, o Galo perde uma posição e desce para o quinto lugar.

MAIS:
> Levir faz elogios à Jemerson e compara a ex-atleticano Otamendi
> Luan tranquiliza após machucar o ombro e deixar o campo chorando

No duelo contra os cariocas, o Galo não deixou o Flamengo jogar, e foi dominante durante todo o jogo. Apesar dos 2 a 0 ainda no intervalo de partida, os jogadores não tiraram o pé e reforçaram a pressão e intensidade que virou característica do time nesta temporada.

- Nossa característica é essa, pressionar, não deixar os volantes e os zagueiros deles jogarem. Pressionamos o Flamengo, isso foi importante para construir o placar, ganhar confiança e voltar para o G-4 - comentou Marcos Rocha.

Na partida deste sábado, Levir deverá escalar o Atlético-MG com a maioria de jogadores reservas diante do Internacional, em Porto Alegre. A tendência é de que os principais jogadores fiquem em Belo Horizonte e sejam poupados para a final no meio de semana contra o Cruzeiro.