icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
22/11/2014
21:46

A arbitragem de Péricles Bassols não agradou os jogadores do Atlético-MG nesta noite de sábado. No duelo contra o Intenacional, no Beira-Rio, Levir Culpi escalou seus reservas e viu um time competitivo que jogou de igual para igual contra o Colorado, mas que acabou levando o gol aos 49 minutos do segundo tempo, saindo de campo com a derrota por 2 a 1. Após o apito final, alguns jogadores do Galo soltaram o verbo para o juiz da partida.

- O que ele fez foi sacanagem com o nosso time - falou o volante Eduardo.

-Uma derrota inesperada, nosso time lutou, mas levamos o gol no final, acontece. Eu não falei nada de mais com ele (árbitro Péricles Bassols), ele sabe que errou, sabe que tinha que ter dado o pênalti - afirmou o meia Dátolo, que passou toda a partida no banco de reservas.

Os principais lances reclamados pelos jogadores do Galo foram sobre pênaltis não marcados a favor dos mineiros. O primeiro deles, ainda no primeiro tempo, em que Marion chutou ao gol e a bola bateu nos dois braços de Gilberto. Na ocasião, Péricles Bassols chegou a colocar o apito na boca e se direcionar para a marca do pênalti, mas desistiu e mandou o jogo seguir.

No segundo lance que também gerou reclamações alvinegras, já na etapa final, o volante Eduardo pediu pênalti ao ser empurrado por Alex dentro da área. O volante caiu na área, não alcançou o cruzamento que chegou da direita e reclamou bastante com a arbitragem.